ULTIMAS POSTAGENS

LITERATURA PELO MUNDO - IRLANDA

Olá Pockets!!!!

Hoje iremos iniciar nossa viagem pelo mundo da literatura de outros países, e começamos com a literatura Irlandesa.
A literatura irlandesa é muita rica em escritores e artistas, mas na maioria das vezes não identificamos estes artistas como irlandeses, pois com a proximidade com o Reino Unido, muitos são levados a morar em Londres, centro importante da cultura mundial.
A literatura irlandesa é identificada por sua escrita voltada a tradições orais de lendas e poesias, assim como sua exuberante natureza destaques em adaptações cinematográficas como “Senhor dos Anéis”, “Outlander”. 

Os escritores irlandeses tem um estilo narrativo voltado ao exagero e na sátira, personagens fantásticos e sobre humanos como “Drácula” e “Frankenstein” são frutos dessa literatura. Um país dividido entre católicos e protestantes cristãos que entram em conflito há décadas por suas opiniões contrárias, travam batalhas civis históricas. Acredito que deve muito se a isso, a literatura extraordinária que se mistura a tradições milenares que se acredita em elfos, duendes e fadas.  Autores com Bram Stoker e Oscar Wilde que declaramos serem autores de língua inglesa na verdade nasceram em solo irlandês. Apesar de muitos desses escritos se apresentem em inglês, existem muitos escritos em irlandês gaélico antigo e moderno.  

A seguir apresento alguns desses autores de língua irlandesa:

Bram Stoker (1847-1912): nasceu em Dublin, Irlanda. Conhecido por ter publicado “Drácula” em 1897, literatura gótica baseado em vampiros que se tornaram adaptações várias vezes para o cinema: “Drácula” (1931) protagonizado por Belá Lugosi, “ O Conde Drácula” (1970) com Christopher Lee, “ Drácula” (1979) com Frank Langella, e mais recentemente  (1992) “Drácula de Bram Stoker” com direção de Francis Ford Coppola e com Gary Oldman e Winona Ryder.  Outras publicações de Bram Stoker são “Miss Betty” em 1898, “The Men” em 1905, “O Caixão da Mulher Vampiro” em 1909. 


Oscar Wilde (1854-1900): nasceu em Dublin, Irlanda. Publicou “O Retrato de Dorian Gray” em 1891 seu único romance, considerado uma das mais importantes obras inglesas. Este romance rendeu algumas adaptações pra ao cinema em vários países o mais recente é “Dorian Gray” de 2009 com Bem Barnes e Colin Firth. Escreveu ainda novelas, contos infantis, dramas. Outras obras dele são: “A Alma do Homem sob o Socialismo” em 1891, “Uma Mulher sem Importância” em 1893, “A Balada do Cárcere de Reading” em 1898 que publicou enquanto esteve preso por dois anos, acusado de ter um caso amoroso com Lord Alfred Douglas.

Jonathan Swift (1667-1745): nasceu em Dublin, Irlanda. Sua obra mais conhecida é “As Viagens de Gulliver” de 1726, obra que mistura viagem, aventuras e ficção científica. Em 1704 publica “A Batalha dos Livros” e “Conto de Tonel”, em 1729 publica uma sátira “Uma Modesta Proposta” que critica a situação social da Irlanda. “As Viagens de Gulliver” tiveram várias adaptações para TV como o desenho animado criado em 1968 por William Hanna e Joseph Barbera e várias minisséries adaptados para TV, mais recentemente em 2010 foi levado ao cinema com Jack Black e Emily Blunt.

Emma Donoghue (1969): nasceu em Dublin, Irlanda. Hoje mora na França com a companheira e dois filhos. Emma tem vários livros publicados entre eles “O Quarto” de 2010 que adaptado ao cinema em 2015 com o nome “ O Quarto de Jack” com Jacob Temblay no papel do garoto Jack que é mantido em cativeiro num quarto com sua mãe. Outro livro de Emma Donoghue é “O Milagre” que em 2019 também foi adaptado para o cinema.

Marian Keyes (1963): nasceu em Limerick, Irlanda. Esta escritora já vendeu mais de 22 milhões no mundo todo, traduzido para 32 idiomas. Autora de vários Best Sellers Chick Lit, seus livros exploram o universo feminino com humor e leveza. Trazem assuntos como violência doméstica, depressão, amores. Alguns de seus livros são: “Melancia” (1995), “Férias” (1997), “É Agora ou Nunca” (1999), “A Estrela mais Brilhante do Céu” (2009), “Dando um Tempo” (2018).

Jonh  Boyne (1971): nasceu em Dublin, Irlanda. Escritor conhecido pelo livro “O Menino do Pijama Listrado” de 2006, que conta a historia de dois garotos que ficaram amigos durante a Segunda Guerra Mundial através de uma cerca de um campo de concentração nazista, um livre que não entende muito bem por que aquele garoto de pijama listrado não pode sair para brincar. Livro que foi adaptado em 2008. Outras publicações de Jonh Boyne são: “O Menino no Alto da Montanha” em 2015, “As Fúrias Invisíveis do Coração” em 2017.

C.S. Lewis (1898-1963): nasceu em Belfast, Irlanda do Norte. Clive Staples Lewis nasceu na Irlanda do Norte que pertence ao Reino Unido (Inglaterra, Escócia Irlanda do Norte e País de Gales). C.S. Lewis foi pensador, romancista, ensaísta, poeta, crítico literário, cristão fervoroso, apesar de parte de a adolescência ser ateu, é conhecido por suas publicações de cunho religioso e de reflexão, estudado e lido por várias religiões. Eis aqui algumas de suas obras: “Milagres” de 1947, “Cristianismo Puro e Simples” de 1952, “A Anatomia de uma Dor” de 1961. Suas obras são referencias para outros autores, suas frases são propagadas há vários anos, e filmes foram feitos baseados em seus escritos. O mais famoso livro é “As Crônicas de Nárnia” publicado entre 1950 e 1956 como uma série de sete romances de alta fantasia e que a partir de 2005 se transformaram em filmes de sucesso, culminando com 04 filmes.

A partir destes escritores temos uma noção de quão grandioso é a cena cultural da Irlanda. Pubs e espaços teatrais de destaques, museus encantadores, natureza exuberante. Temos na música a banda de rock como U2 com ênfase em seu vocalista Bono Vox  destaque no cenário mundial por sua defesa de liberdade das atividades sociais e minorias. Músicas como “Sunday Bloody Sunday”, “One”, “Pride”, “I Still Haven’t Found What I’m Looking For”, se tornaram hinos de uma geração de fãs. E também a banda de rock The Cranberries que teve como vocalista Dolores O’Riordan, voz  feminina de destaque em  músicas como “Zombie”, “Linger”, “Ode to My Family”, “Salvation”. Dolores infelizmente faleceu em Janeiro de 2018 morreu afogada numa banheira por intoxicação por álcool. 

Em 1993 foi lançado o filme “Em Nome do Pai” de Jim Sheridan com Daniel Day-Lewis e Emma Thompson, o filme se passa em 1974 quando uma bomba supostamente colocada pelo IRA  mata cinco pessoas em um pub próximo a Londres e quatro jovens irlandeses são presos e condenados pelo crime, assim como o pai de um deles. Então uma advogada começa a investigar as irregularidades do caso.


“O coração de uma mulher deve ser tão próximo de Deus que um homem precisa persegui-lo para encontra-la” C.S.Lewis

“Quando amadurecemos, a lista de desejos para o Natal fica mais curta, e o que realmente desejamos, não é possível comprar” C.S.Lewis

“Educação e leitura assim se transforma um país” 



GUERREIROS DE MARTE - PAULO H. CARVALHO

Oi Pockets!
Tudo bem com vocês? Espero de coração que sim.
Nessa resenha quero apresentar a vocês o livro “Guerreiros de Marte”, que é o primeiro livro da Saga Guerreiros do autor Paulo H. Carvalho. Nessa ficção científica distópica vamos conhecer 9 jovens que são mandados para a Terra recém-nascidos com o intuito de salvar seu planeta natal, Marte.


Título: Guerreiros de Marte
Autor: Paulo H. Carvalho
Editora Skull
Sinopse: Nove Jovens nascidos em Marte, foram obrigados a deixar o planeta por conta de uma invasão inimiga partindo então para a Terra e sendo adotados por famílias diferentes. Uma profecia dizia que esses jovens lutariam para salvar seu planeta natal das mãos de Zentro. Dotados de habilidades especiais, desde pequenos já estavam destinados a guerra, mas antes teriam de enfrentar outros desafios, como autocontrole e a convivência em grupo.

"Um conselho que posso te dar, é que, não importa se o destino já estiver traçado e for ruim, faça do caminho sua melhor parte."

Marte é invadido pelo exército malviniano, tendo como líderes Zentro e Trevor, que invadem, aprisionam, matam e destroem boa parte da população. Mas tudo isso foi previsto pelo Oráculo, por isso as crianças foram mandadas para o planeta mais próximo, nossa Terra. Os anos se passam, Marte continua refém do exército de Malvin, as crianças crescem, e agora, adolescentes tem que enfrentar as intempéries de ser adolescente, os novos poderes e descobrem sua verdadeira origem.

"Desde quando a cor da pessoa que escolhemos para amar nos desonra? Por que é tão difícil entender que o amor não escolhe cor, raça, religião e gênero? Amor só escolhe amor."

“Guerreiros de Marte” nos presenteia com Vitórios, Tanos, Kheterine, Paul, Alaska, Nevaska, Zhenya, Ecos e Zafine, que estudam em uma escola da Terra e lidam com problemas comuns de adolescentes como hormônios, bullying, preconceito, provas, amor, amigos, coisas da puberdade e ainda precisam se adaptar aos seus poderes que surgiram em alta potência. Esses marcianos vão conhecer Edward, que será importante em suas batalhas.

"Um amor como o seu, não é difícil de identificar"

Vamos conhecer um pouco dos personagens:
Zafine, minha queridinha, é a estudiosa da turma, vive com a cara enfurnada nos livros.
Nevaska e Alaska são irmãs gêmeas, enquanto Nevaska quase sempre é paz e amor, Alaska é explosiva e ama uma briga.
Katherine é a típica patricinha que quase todos querem ser.
Zhenya, minha segunda queridinha, é uma diva sensata, aquela que conversa com todo mundo, mas não pense que por ser simpática ela leva desaforo pra casa, isso nunquinha.

"Se você tem um líder ruim você deve sustituí-lo. Eles não quiseram fazer isso, então são coniventes com suas escolhas."

Paul é aquele cara sossegadão que não quer saber de nada.
Ecos é o carinha que todos as garotas desejam ter uma vez na vida, o riquinho.
Vitorios é o esportista mandão, o cara popular e encrencreiro da escola.
Tanos é o solitário do grupo, adora memes e tem um humor negro, carregado na ironia.
Edward é um terráqueo, o nerd da turma, ama games e tecnologia.

"Essa pode ser a nossa última batalha e posso estar pedindo demais, mas quero que lutem como se realmente fosse nossa última batalha."

Com críticas reais a nossa sociedade, esse livro nos faz refletir sobre atitudes que julgávamos/julgamos normais, comuns, mas que prejudicam e/ou magoam outras pessoas.
São tantos sentimentos que a história nos traz que fica difícil de falar qual é o predominante, mas uma coisa eu sei, que a amizade e amor que surge entre esses jovens tão diferentes e ao mesmo tempo tão iguais nos faz esquecer um pouco a tristeza e frustração pelas mortes que ocorrem na história. Já vou deixar fixado que são muitas mortes.

"Você já tem a chave, então por que não libertá-lo de sua prisão? Não seja como aqueles que preferem ficar presos, eles perdem um mundo maravilhoso e cheio de liberdades."

É isso Pockets! Que vocês fiquem curiosos para conhecer a Saga Guerreiros.
Beijos.



SETEMBRO AMARELO - CAMPANHA BRASILEIRA DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO



Oi Pockets!!
O assunto hoje e sério, pois vamos falar de uma campanha que trás um alerta e vem carregada de dor, "Setembro Amarelo".

Mas o que é o setembro amarelo?
Setembro Amarelo e uma campanha brasileira de prevenção ao suicídio, É uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).Desde de 2013 ela vem acontecendo já que o dia 10 de setembro é o dia mundial de prevenção ao suicídio.

Os dados são alarmantes:

"Enquanto os índices de suicídio caem em todo o mundo, a taxa entre adolescentes que vivem nas grandes cidades brasileiras aumentou 24% entre 2006 e 2015, informa pesquisa da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). O estudo, publicado na Revista Brasileira de Psiquiatria, indica que o suicídio é até três vezes maior entre jovens do sexo masculino.... - Veja mais"

Este mesmo estudo mostra que a taxa entre jovens de 10 a 19 anos 24% nas seis maiores cidades brasileiras e que a maior taxa esta em Belo Horizonte.

O estudo mostra ainda que a chance de um adolescente do sexo masculino tirar a própria vida e três vezes maior que a de uma adolescente mulher.

O estigma relacionado a saúde mental é uma das barreiras para o tratamento. A depressão ainda é encarada como preguiça, fraqueza, falta de caráter o que dificulta a busca por ajuda.

Livros com historias que falam sobre suicídio

"Você quer sair desse estado de espírito, mas você não sabe como. Você se sente inferior, incapaz. Você sorri para que as pessoas não Se sintam incomodadas. Elas acham que é frescura, que é falta de Deus, que você tem tudo e fica reclamando das coisas. Você vai vivendo, você pensa nas opções que tem e vida vai fluindo e vai escapando entre os dedos. Você definha por dentro e se sente inútil. Mas te garanto tem sempre solução, tem sempre alguém disposto a te ouvir e estar do seu lado. Sempre haverá esperança, pois a vida tem sempre opções. Você é capaz, você é importante, você vai vencer. Nem sempre conseguirá sozinho, ajuda de um psicólogo, atividades físicas, grupos literários, um café da tarde, enfim atividades que nos faça encontrar nossa essência. Que nós faça viver e possamos encontrar algo de diferente ao redor. Que nos distancie de pessoas tóxicas. Sei que é difícil, sei que você não quer mais ouvir isso. Mas vai melhorar, vai passar, vai ficar tudo bem. Te envio meu abraço e meu carinho. Te amo meu amigo, te amo minha amiga." (Fábio Sousa)

CVV é uma das ONGs mais antigas do país. Fundado em São Paulo em 1962, atua no apoio emocional e na prevenção do suicídio por meio do telefone 188, e também por chat, e-mail e pessoalmente.



A palavra de ordem e prevenção:
Nove em cada dez mortes por suicídio podem ser evitadas.
  • Educação preventiva ;
  • Perder o medo de falar sobre o assunto;
  • Quebrar tabus e compartilhar informações;
  • Esclarecer, conscientizar, estimular o dialogo.
  • Toda e qualquer ameaça de suicídio deve ser levada a serio;
Fique atento aos sinais, busque ajuda, você não está sozinho.





LIBERDADE DE LEITURA, NÃO A CENSURA

Oi pockets!!

Temos presenciado atos de censura artísticas, culturais e literárias ultimamente que não condizem com nossa democracia e liberdade de expressão.  Na Bienal do Rio de Janeiro 2019 um fato lamentável conduzido pela prefeitura da capital carioca, tornou um evento de confraternização, encontros literários e de pessoas em atos de cerceamento e recolhimento de publicações literárias voltadas ao seguimento LGBTQ+. 

A liberdade de expressão e publicação, é garantido por Constituição Federal, não importa grau, gênero ou cor, discriminar é crime, segundo artigo de lei.
Nos últimos anos muitos escritores se enveredaram por esse caminho em função de não haver publicações nesse sentido, atingiram um público que se achavam excluídos do setor literário. Livro de muito bom gosto literário e cuidado, que só vem a contribuir em uma gama da sociedade que se acha excluída e alijada das benesses publica e sociais de estados e municípios.

Nossa sociedade cada vez mais tem acesso a conteúdos digitais e redes sociais que facilitam ao acesso de sites e canais de entretenimento sexual, e o nossos governantes estão preocupados em proibir literatura. Nossas cidades vivem em constante ataque de grupos armados que nos impedem de ir e vir, que nos privam de sair para um programa em família por medo de assaltos, roubos, assassinatos. Nossas vias cada vez mais esburacadas, passeios irregulares causam acidentes que prejudicam a população. Crianças e jovens são abusados e manipulados por seus entes, em sua maioria homens e mulheres que deveriam zelar por seu bem estar.

Recolher livros por que há um beijo gay no livro não o torna obsceno. Obscena é gente atacando pessoas por sua condição sexual, obsceno é racistas atacando pessoas por causa de cor, obsceno é assassinos ateando fogo em pessoas em vias e viadutos por sua condição social e por ser de outro estado, obsceno é o povo atacando e defendendo a expulsão de estrangeiros do país, obsceno é a população não tendo acesso a condições básicas de saúde e de saneamento básico.
Obsceno são nossas crianças e jovens não terem acesso a uma escola adequada e nossos professores não terem um salário adequado e condições de trabalho, escola sem laboratórios e bibliotecas com livros de acesso fácil.
Leitura é o que nos leva a refletir sobre nossa realidade, sobre o mundo a nossa volta, nos leva a compreender melhor as pessoas, a nos relacionar melhor com os que são diferentes. Leitura nos faz compreender que as há diferentes gostos e situações. Leitura é espaço de lazer, entretenimento, aprendizado, cultura.  As leituras não fizeram ninguém ser um pirata, um príncipe ou assassino; ou princesa, Cinderela e desbravadora do mundo, por ler livros desta natureza, assim como não fez ninguém especialista em sexo por ler e ver revistas de sexo vendidas em bancas de revistas, e nem devoto religioso por ler a Bíblia. 
Defendemos a leitura como instrumento de agregação, de motivação, de reflexão, seja ela romance, infantil, fantasia, suspense, religioso, assim como de cunho LGBT. Eles merecem o nosso respeito como pessoas, consumidores e pessoas de bem que trabalham, estudam, compram roupas, comida e contribuem por um país mais humano e digno.
Não ao cerceamento de liberdade, não a censura. 
Somos um país democrático e livre.
Viva a literatura e amor aos livros.
“Obscena, é a fome” José Saramago
Reivindicamos por um país justo, humano e em condições para todos, independentes de cor, raça ou religião.


Educação e leitura para todos, assim se transforma um país.



TOP 5 - VIOLÊNCIA CONTRA MULHERES

Oi Pockets!
Hoje é dia de #TOP5
O tema escolhido desta vez #top5livros #ViolenciacontraMulheres . 
Não é um tema muito fácil, falar de violência contra a mulher, feminicídio.
Este ano a Lei Maria da Penha completou 12 anos, e agosto foi escolhido para a Campanha de Combate à Violência Contra Mulher.
Este top 5 vai ter livros que vão te impactar, fazer chorar mas principalmente te fazer pensar.
Vamos ao nosso top 5:

1- O jardim das Borboletas - Dot Hutchison
VIOLÊNCIA FÍSICA/SEXUAL
O livro é o primeiro da serie Colecionador.E conta a historia a partir da perspectiva de Inara que está sendo interroga pelos agentes do FBI. Ela narra através do seu depoimento tudo o que viveu depois de ser sequestrada e mantida prisioneira em um jardim isolado, junto com outras jovens mulheres, por um homem brutal e obsessivo, conhecido apenas como jardineiro.
Apesar de muito forte o livro é muito bem escrito o que facilita a leitura. Intenso e surpreendente. 
2- Rosas de Maio - Dot Hutchison
VIOLÊNCIA FÍSICA/SEXUAL
Segundo livro da serie Colecionador e minha ultima leitura. Neste acompanhamos mais uma vez os agentes do FBI em uma investigação de uma serie, de assassinatos de jovens mulheres. Tudo indica se tratar de um serial-killer psicopata, Todas a s vitimas foram encontradas em igrejas, mortas e muitas violentadas. Apesar de ser muito forte, vemos muitos momentos emocionantes da relação entre Priya e sua mãe. Que apesar de muito fortes ainda sofrem a perda de Chavi, uma das vitimas deste cruel assassinos.

3- A cidade do sol - Khaled Hosseini
VIOLÊNCIA PATRIMONIAL/PSICOLÓGICA/MORAL
Este é daqueles para chorar. Nesta historia acompanhamos duas personagens Mariam e Laila. Mariam, 33 anos, e Laila, 15 anos, são casadas Rashid, um sapateiro de 45 anos. A relação que ele mantem com suas esposas é bem abusiva. Mas a relação de cumplicidade e amizade que nasce entre estas mulheres e linda de se acompanhar. Se você ainda não leu eu super recomendo.

4- Sorrisos Quebrados - Sofia Silva
VIOLÊNCIA FÍSICA/SEXUAL/PSICOLÓGICA
Este é o primeiro livro da serie Quebrados, cada um a autora ira tratar de um tipo de violência.
Este livro já começa te chocando com uma cena de violência domestica que tira nosso folego. Ver toda a dor física e emocional pela qual a personagem e submetida, e não julgar porque a pessoa se mantem tantos anos sobre este julgo.
Triste mas também cheia de esperanças.


5- O conto da Aia - Margaret Atwood 
VIOLÊNCIA FÍSICA/SEXUAL/PATRIMONIAL/PSICOLÓGICA/MORAL
Este romance distópico escrito em 1985, é ambientada num Estado teocrático e totalitário em que as mulheres são vítimas preferenciais de opressão, tornando-se propriedade do governo, e o fundamentalismo se fortalece como força política.  Não tendo mais direito sobre seus bens, filhos e até mesmo o próprio. Muitas reflexões sobre como a mulher é vista na nossa sociedade.

A denúncia de violência contra a mulher pode ser feita em delegacias e órgãos especializados, onde a vítima procura amparo e proteção. O “Ligue 180”, central de atendimento à mulher, funciona 24 horas por dia, é gratuito e confidencial. 
Não se cale, denuncie!
Quer deixar mais dicas para temas para o top 5? 
E só deixar um recadinho nos comentário.

Beijos...



DESAFIO LITERÁRIO 2019 - SETEMBRO

Olá Pockets!!
Espero que todos estejam bem, estamos iniciando mais um mês, e o mês de Setembro é o mês de prevenção contra o suicídio. Infelizmente o índice de suicídio é alta no Brasil, e em todas as idades, mas entre os adolescente tem sido maior.

Nós do pocket apoiamos o setembro amarelo, e estamos abertos a conversar ou até mesmo apenas escutar, sabemos a importância de liberar o que estamos sentido. E não fiquem com vergonha, queremos a chance de ajudar, porque já perdemos pessoas importantes para o suicídio, e acabamos nos culpando por não ter reparado e estar do lado para ajudar.

Lembre-se sua VIDA é muito importante.

E nesse mês de setembro continuamos com nosso desafio literário, e nossa indicação do mês são:


1 - Livro de Suspense - O Cemitério de Stephen King

O segundo livro do King que irei ler, e mais uma vez em  leitura coletiva, e claro com um grupo maravilhoso, que é animado e acima de tudo amigos da leitura. Neste nova leitura do King percebemos que flui mais rápido que It a coisa. E também além da leitura, estamos combinado de assistir as duas adaptações  que foi para o cinema do livro.


2 - Livro de Capa Amarela - O cadáver atrás do biombo da Agatha Christie

O livro da Agatha Christie, faz parte do projeto literário que participamos, a ideia é lermos todos os livros da autora por ordem cronológica, atualmente estamos indo para o 14º livro, e é muito interessante ver os vários lados da autora, porque cada personagem principal tem seu jeitinho de ir nos levando para descobrir o verdadeiro criminoso da história.  

3 - Livro com Flores na capa - Madame Bovary de Gustave Flaubert


A leitura de Madame Bovary, é uma leitura coletiva em parceria com o DNA Literário, cada mês lemos um livro, e pretendemos sempre colocar um clássico para podemos fazer uma comparação em relação as leituras modernas, e além disso de conhecer as literaturas que até hoje são aclamadas, mesmo após anos de publicação.

Essa é nossa TBR, que está bem diversificada. E também indicamos os livros abaixo para ajudar na campanha do Setembro amarelo para a Prevenção do Suicídio, são eles:




Cada um desses livros nos trás uma aprendizado, leiam e reflitam o quanto é difícil o suicídio, pois não acaba quando se tira sua vida, ele continua repassando pelas pessoas que ama você.



Gostou das nossas indicações, já leu algum?

E não esquece se conseguir participar de algum dos nossos desafios coloca a #DesafioLiterario2019CP para a gente curtir, se quiser participar das nossa leituras coletivas é só nos chamar no direct do instagram.

Beijos e até a próxima.




© Cultura Pocket - desde 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Linezzer Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo