ULTIMAS POSTAGENS

LITERATURA PELO MUNDO

Fonte: Estante Virtual, 2019.
Olá Pocktes!!

Espero que vocês estejam bem. Quem segue o blog sabe que os idealizadores do blog são de estados diferentes, e que cada um tem sua cultura assim como seus gostos literários. E cada região no Brasil tem seus autores, que alguns retratam a realidade regional, e foi pensando nisso e mais na ideia que vimos na Estante virtual que vamos fazer alguns posts sobre a literatura pelo mundo.

Vocês devem está pensando porque né, pois bem a verdade é que acabamos lendo muitos livros estrangeiros, e nem todos percebem que o autor está retratando a cultura, o modos e até mesmo a situação do pais na história. 

Você já parou para pensar que enquanto estamos vivendo situações no Brasil de extrema importância em outros país estão passando pelo mesmo, e que muitas vezes isso é retratado nos livros e nem sempre nos damos conta.


É difícil escolher qual obra literária representa cada país, porém a imagem acima mostra um pouquinho a literatura no mundo, com suas obras mais representativas, o mapa foi criado pello Backforward24, eles utilizaram 144 livros frente aos 193 Estados reconhecidos pela ONU.

Provavelmente não conhecemos metade dos livros que estão na imagem, e pensando nisso cada colaborador do Blog irá escolher um país ou uma região para falar sobre a literatura e seus autores mais conhecidos.


No próximo post sobre a literatura pelo mundo, vocês irão conhecer um pouco sobre a literatura espanhola. E gosto bastante da fala do autor espanhol Miguel de Cervantes (1547 – 1616) que diz “Uma coisa é escrever como poeta, outra como historiador: o poeta pode contar ou cantar coisas não como foram, mas como deveriam ter sido, enquanto o historiador deve relatá-las não como deveriam ter sido mas como foram, sem acrescentar ou subtrair da verdade o que quer que seja.”

Porque embora as histórias sejam fatos reais ou fictícios nós leitores faremos nossas próprias interpretações sobre o que estamos lendo, cada leitor terá um impacto diferente ao ler a história.

Beijos até....

DATAS IMPORTANTES - AGOSTO LILÁS

Oi pockets!!!
Hoje é dia de falar de um assunto super importante.
No ultimo dia 07 de Agosto a lei Maria da Penha criada em 2006 fez 13 anos. Por isso o mês de agosto foi escolhido para a campanha que visa reforçar a auto-estima como arma de combate feminino à violência.



Uma realidade triste que mostra que ainda temos um longo caminho pela frente. Mas e importe você saber que?
  • A proteção pode ser solicitada em qualquer delegacia. 
  • Para isso, é preciso registrar um boletim de ocorrência e pedir a medida protetiva para a autoridade policial. 
  • O policial pode requisitar exame de corpo de delito e outros exames. 
  • Feito o registro, a polícia deve enviar o pedido de proteção imediatamente a um juiz.
  • O juiz tem um prazo de 48 horas para atender a notificação. 
  • É o juiz quem vai ordenar como a medida deverá ser cumprida, salvo casos específicos. 
  • O descumprimento tem pena de três meses a dois anos de prisão.
Vamos agora aquele momento de sororidade.

Vamos deixar aqui 6 dicas, das 6 mulheres maravilhosas que escrevem aqui no blog, de autoras que tratam do tema feminismo, sobre mulheres ou histórias de violência contra as mulheres para você se ligar.







Não se esqueça #nãosecale somos mais fortes juntas.
Violência contra a mulher não pode ter desculpa tem de ter consequência.

Beijos!!!






ÁREA MILITAR - NATHANY TEIXEIRA

Olá Pockets!!
Tudo bem? Esperamos que sim, nós estamos muitos felizes por apresentar para vocês nossa leitura coletiva do mês de julho, que foi muito divertida, e contou com a participação maravilhosa da autora nacional Nathany Teixeira, que interagiu muito com todos os leitores, e claro sofreu muito com ameaças. (rsrs)

A autora é de Belo Horizonte, e super divertida. Segue ela nas redes sociais, que ela é super amorzinho e irá responder suas dúvidas.




Título: Área Militar
Autora: Nathany Teixeira
Editora: Amazon
Ano: 2017
Nº Páginas: 345
Classificação: 4

Sinopse :Kimberly Digory é uma jovem de dezoito anos que tem uma vida normal, apesar de saber que seus pais, Paul e Savannah Digory, trabalham para uma organização secreta do governo, como agentes disfarçados. Em uma manhã nebulosa, Kim vê sua vida se transformar em um inferno quando, em uma emboscada, sua mãe é morta e seu pai desaparece. Então, a Área Militar é acionada. Um local criado para proteger os filhos de agentes envolvidos em organizações secretas. Kimberly é levada para lá e precisa seguir às ordens de um comandante de feições duras, conhecido como o Primeiro. O que fez com que um jovem comandante possuísse em suas costas um cargo de tamanha honra e responsabilidade, ainda é um mistério para Kim. Movido por ódio e vingança, o Primeiro conseguiu se reerguer de sua ruína, tornando-se o maior comandante e autoridade máxima, criando assim inimigos poderosos. Até o momento, o comandante Primeiro se sentia imbatível, pois não havia nada que se pudesse fazer contra alguém que não tinha família ou pessoas com quem se importar. Essa vantagem sempre esteve ao seu lado em seus inúmeros combates. O que ele não esperava era que um simples encontro poderia mudar tudo. Depois de muitos anos, o Primeiro tinha um ponto fraco. Com nome e rosto. Certamente, o mais lindo que ele já havia visto.

RESENHA:

O livro conta a  história de kimberly Digory, uma jovem, que está começando recomeçando sua aula na faculdade, ao lado de sua melhor amiga Olivia, na cidade de Dashville. Kim está com receio de encontrar seu ex-namorado Marcus, pois ainda gosta dele e não sabe como agir.
Logo quando chega na faculdade, encontra Marcus que combina de eles almoçarem juntos para conversar, isso deixa Kim muito ansiosa, porém não dura muito, pois em meio a aula, ela é chamada na sala da diretora, e qual sua surpresa quando entram quatro homens todos vestidos de pretos e que pretendem leva-lá para algum lugar, a qual ela não sabe e nem conhece esses homens, pensa até em pular a janela, mas não tem chance pois o homem chamado de Primeiro e o mais forte e que parece o líder estende uma carta que ao ler e ver que é do seu pai, ela acaba cedendo. 
Kim tem uma reviravolta em sua vida, ao chegar na área militar para onde foi levada, pois descobre que sua mãe faleceu e seu pai está desaparecido, ela sabe que seus pais são agentes secretos e que corriam alguns riscos, porém não esperava receber uma notícia dessas quando não teve a chance de dizer mais uma vez que os amava, porém agora ela deve ser protegida por isso foi levada para área militar, pois é um alvo fácil e que corre perigo, pois querem a usar para pegar o segredo que seu pai conseguiu fugir e esconder com ele.

Na área militar Kim terá que aprender a conviver com vários soldados que andam fortemente armado, e conviver com pessoas comuns que fazem parte do programa de proteção por vários motivos, uns que seus pais são agentes, alguns são órfãos, etc. Kim encontra em Kian Ross um amigo, que mesmo sendo um soldado aparenta ser mais humano, preocupado com o bem estar dela, e dando um ombro amigo caso precise, com sua dor de perda.
Kim também conhece Lucy e Chloe que são duas jovens que já vivem um tempo na área e que está disposta a ser amigas de Kim e informar-lá de todos os acontecimentos da área, contam a história de Kian e claro do Primeiro, que deixou Kim assustada, mas também bem interessada, pois tem um jeito bem sério e as vezes acaba agindo de modo brusco, que incomoda Kim.
Kim vai aprendendo que na área existe regras, mas que também as pessoas que vivem na área tem a oportunidade de estudar e seguir seu caminho quando chegar a hora de ser um agente ou voltar a ser um civil comum. 

                   

A história vai sendo intercalada entre Kimberly e Primeiro, e é ótimo como a Nathany dividiu, pois conseguimos conhecer o pensamento dos dois. O Primeiro, como é chamado devido ser o primeiro no comando na área militar, é duro, forte, desconfiado, mas acima de tudo focado na proteção dos moradores da área. 
Primeiro assumiu o comando da área, após perder seus pais e sua futura noiva, num atentado a sua casa. Primeiro vai contando a dor que ainda sente, de como acabou se isolando das pessoas, pois tem medo de perde-las, e ver em Kian e nos pais de Kim sua família, as pessoas que mais confia e compartilha um pouco dos seus sentimentos.
Primeiro vai nos mostrando o sentimento conflituoso em relação a Kimberly, e sua preocupação com sua vida, pois sabe que ela é um alvo fácil para os criminosos que estão atrás do pai dela.
E além disso, ele e Kian começam a perceber que talvez exista um traidor dentro da área, que esteja tentando desviar a atenção deles, e invadir a base e começam a desconfiar de Jason, pois ele pensa em usar Kim como isca. 

A história vai se desenrolando de modo bem fluido, temos ação, romance, amizade e acima de tudo crescimento pessoal,  que acredito ser algo importante, pois nos mostra que é possível sim seguir em frente, mesmo com as perdas da vida.
Kimberly e Primeiro vão se aproximando, se conhecendo e acima de tudo vão criando uma história e confiança entre eles. Além disso, a relação de Kim com seus pais é muito bonita, é algo raro de se ver entre pais e jovens na idade da Kim, tanto que muito se emocionaram com uma "carta" que Kim recebe da mãe.
Acredito que o Kian roubou muito a cena na história, tanto que a Nathany foi ameaça por todos da leitura caso acontecesse algo com ele, e ainda levantando a #vemKian.
E quem ler área militar, pode correr para ler o conto do Primeiro.
                                              O Primeiro - A história antes do poder
A leitura coletiva foi maravilhosa, rendeu muito debate e teve uma live final da Nathany no @pocketcultura que foi muito boa. 

Beijos até...









TOP 5 - NACIONAL


Oi Pockets!
Tudo bem? Espero que sim.
Trago para vocês um top 5 de livros nacionais. Como uma leitora assídua da literatura nacional, tanto clássica quanto contemporânea, achei que foi um trabalho bem difícil escolher somente cinco para indicar.
Mas aqui estão alguns dos favoritos da minha pequena estante:

1 - Até que a vida nos separe (Nahra Mestre)
Um livro que fala do amor, do verdadeiro amor, aquele altruísta, aquele que mesmo depois de muitas “cagadas” da pessoa amada ainda consegue perdoá-la. 
A autora colocou em cada pedacinho do livro um pouco de amor. Amor esse que não vemos mais nos dias atuais.
Luana é uma mulher incrível, que se descobre com uma doença e tenta reunir e re construir uma amizade e amor de anos em seu grupo. Bella é uma menina mulher que precisa de colo, é carente e se faz de durona. Laura nunca soube o que é o amor até se deparar com a doença de sua irmã e encontrar um tal comerciante. Ana sofre por um amor mal entendido. Ju tem a família perfeita, mas busca algo a mais.
Elas juntas vão enxergar que os erros que podem afastá-las são os mesmos que podem uni-las. Que o mais lindo da dor é o aprendizado. Com ele você para pra refletir sobre nossas atitudes diárias. Para aprender a priorizar as coisas realmente importantes em nossas vidas como a família, os amigos e o amor.

2 - Uma aprendizagem ou o livro dos prazeres (Clarice Lispector)
Clarice sempre sabe mexer no mais profundo dos sentimentos humanos e consegue nos fazer refletir mesmo em situações em que o que menos queremos é parar e pensar o que nos levou a tal ponto ou o porque estamos ali.
Na profundeza de suas palavras ela nos apresenta Lóri (Loreley) que busca experimentar o amor e o prazer, mas tem um medo gigantesco de se perder ao encontrá-los. Ulisses o personagem secundário da trama, tenta fazer com que Lóri encontre a verdadeira Loreley para então poder experimentar o verdadeiro amor e os prazeres.

3 - Relatos de Sangue: A fórmula de um psicopata (Jonas Zair e Hugo Renan)
Esse é um Thriller psicológico incrível, mas bem perturbador. Foi o primeiro do gênero que li e me apaixonei pela trama. Passei a noite em claro pensando no que aconteceria nos próximos capítulos e só sosseguei quando cheguei ao fim.
Pra quem gosta de cenas sangrentas e bem detalhadas este é o livro. O Serial Killers de "Relatos de Sangue" nos presenteia com vários cadáveres, uma turma inteira da escola e muitos mais, deixando para o Detetive Sullyvan buscar resolver um dos mais difíceis casos da sua vida. Além de ser um ótimo suspense policial o livro que aborda um tema não tão comum e que me interessa bastante, mas não falar qual é pra não dar spoiler.

4 - A história de nós dois - Série Santuário - Livro 1 (Nina Reis)
Não tem como eu indicar um livro nacional da atualidade e não indicar essa autora. Nina Reis é pouco conhecida, mas é uma romancista ímpar. Seus livros são histórias de tirar o fôlego, pra rir e chorar.
"A história de nós dois" é o primeiro livro da Série Santuário, série que conta a história dos soldados do esquadrão, em especial da equipe 1, e as mulheres que conseguiram conquistar esses duros corações.
Nina Reis traz para o público uma obra completa, com humor, aflição, suspense, "tiro, porrada e bomba", mulheres incrivelmente fortes, um amor arrebatador e a redenção de um soldado.
"Uma Freira.
Um mercenário.
E uma história de amor que precisava ser contada.
Conheça A História de Nós Dois e tente não se apaixonar por Marina e Caetano."

5 - Mãozinhas que falam (Lu Muniz)
O último e não menos importante é um livro infantil escrito e ilustrado pela autora Lu Muniz. Mãozinhas que falam vai trazer a história de Mel, uma menina surda, que é excluída pelas outras crianças na escola por falar de maneira diferente. De uma forma doce e gentil, a autora mostra que a diferença deve ser respeitada e entendida, dando a menina um amigo que entende suas mãozinhas.
Uma obra curta e que abrange todas as idades, porque para aprender sobre inclusão e respeito não tem idade.

Espero que tenham gostado das dicas. Se conhecem algum dos livros ou autores citados deixe sua opinião. Conte um pouco sobre sua experiência com a história.

Beijos...






ALLEGRO EM HIP-HOP - BABI DEWET

“O que importa é seguir em frente, sempre. Ao vivo, não existe pausa nem playback. É só você, o palco, seu corpo e a música. A plateia é só parte do seu show, não a protagonista.”

 Olá Pockets!!

Como estão? espero que bem. Hoje vim apresentar para vocês um livro maravilhoso, e literatura nacional da autora fofa Babi Dewet. Ela já tem 9 livros lançados, e Allegro é parte da série cidade da música, é o segundo livro, mas que pode ler independentes. E para quem ama Kpop, ela também tem um livro sobre essa febre.

Título: Allegro em Hip- Hop
Autora: Bbi Dewet
Editora: Gutenberg
Nº de páginas: 336
Ano: 2018
Classificação: 5

Sinopse: No segundo livro da série Cidade da Música, você vai conhecer Camila. Ela é neta de japoneses e filha de pais muito rigorosos que têm grandes planos para ela e para sua irmã. Desde pequena, aprendeu que precisava se esforçar mais, que precisava ser melhor, que não existia tempo a perder na adolescência e que sua inteligência e seu talento deveriam levá-la longe. Camila, então, trocou as festas das amigas por treinos de balé, e a vontade de viajar o mundo afora pela consagrada Academia Margereth Vilela. Sua vida inteira estava programada e organizada. Até que uma crise de ansiedade a fez perceber que tudo ainda podia mudar e, depois de conhecer Vitor, um garoto desengonçado e cheio de sardas que tocava violino, a vida mostrou à Camila que uma dose de hiphop poderia fazer os dias dela mais felizes.(Skoob)


RESENHA:

Camila é uma jovem bailarina invejada na academia Vilela, é uma bailarina que tem foco e que leva a técnica ao limite, assim como seu corpo. Camila aprendeu desde cedo que não se pode desperdiçar seu tempo com coisas levianas, como sair com amigas, ter namorado ou até mesmo ter um hobbie, pois isso tiraria seu foco do ballet, e isso seus pais não aceitariam, pois eles criaram suas duas filhas para serem as melhores, se destacarem e claro alcançar o topo.

E na história percebemos o esforço de Mila, que não aceita desperdiçar seu tempo com outras coisas, e geralmente nem percebe as pessoas ao seu redor, ela conquistou apenas uma amizade, que foi Clara, que também faz ballet, mas leva a vida de uma maneira bem diferente de Mila, e esse contraste acaba fazendo Mila percebe coisas que ela acaba perdendo por viver numa rotina tão rígida.

Mila ainda tem a pressão de que só estuda na Margareth Vilela devido a bolsa que conseguiu, e utiliza essa oportunidade como se fosse a única da sua vida, já que ela tem o grande sonho de entrar para o The Royal Ballet em Londres, e para isso ela pretende ganhar pontos e chamar a atenção dos professores sendo a bailarina principal da peça O lago dos cisnes, onde ela que representar Odette e Odile, na apresentação final do semestre. Devido a isso, Mila se dedica inteiramente a dança, ensaiando por horas a fio, sofrendo com dores no corpo, cobrança da família e professores e algo que ela não esperava ansiedade.
“Era engraçado como a força podia vir de pessoas que nem conhecia ou de pequenos momentos ou detalhes. A cada dia isso ficava ainda mais claro.”


Também conhecemos o Vitor (ah! que ruivo), ele é violinista, mas que é apaixonado por hip hop, tem uma paixão pelo canto Drake, e leva as letras da música dele para a vida, ele acredita nos ritmos de músicas, mas acaba sendo um pouco preso devido o regulamento do conservatório, mas enxerga a oportunidade de mudar isso devido a apresentação final do semestre onde o filho da diretora Kim, quebrou o protocolo.

Vitor é uma rapaz divertido, simpático, tímido e fofo, ele é um rapaz onde os pais são ricos, mas que acabam deixando o filho de lado, e acham que mandar dinheiro e pagar a melhor escola é suficiente, mas Vitor a pesar disso é uma pessoa humilde, que encara a vida numa boa, e tem o sonho de conhecido pelo seu diferencial, que é unir o instrumento clássico a sua paixão por hip hop.

E vitor é apaixonado por Camila, desde que viu uma apresentação dela de balé, mas devido a timidez nunca teve coragem de chegar próximo a ela, ainda mais que ele se acha muito desengonçado e cheio de sardas, onde a melhor bailarina do conservatório iria olhar para ele. 

“- Acho que as pessoas tendem a pensar que, porque somos bailarinas e porque ouvimos música clássica, dançamos com leveza e que por isso nossa cabeça não é uma bagunça. Mas tudo é uma bagunça, se querem saber! Desde a ponta dos meus dedos tortos do pé até os grampos do meu cabelo, que doem demais.”

Mas as coisas mudam quando Mila começa a passar mal devido o problema de ansiedade, ela começa a perceber um outro mundo ao qual não teve a chance de conhecer, devido a pressão de ser a melhor, Mila passa a conhecer pessoas diferentes, de outros cursos e que muita gente conhece e admira ela pelo seu esforço e pela bailarina que ela já é.

E numa de suas crises de ansiedade é quando ela conhece o Vitor, que cria coragem e vai ajuda-la ao ver que ela está mal, pois Mila não come e nem dorme direito, e passa muitas horas treinado e desgastando seu corpo. Mas Mila não sabe o que sente por Vitor, já que nunca experimentou o contato com outra pessoa do sexo masculino.

Mas ela vai abrindo sua mente, com as novas amizades que procura ela para fazer parte de grupos que ela nãos sabia que existia, e principalmente com Vitor, que a deixa confortável, que a apoia e a leva para um mundo que ela nem imaginava fora da escola, ela enxergar no hip hop a leveza de dançar sem a pressão de uma técnica, de apenas movimentar seu corpo.

“-Acho que nada na nossa vida vem sem explicação. E acredito que tudo o que vem para a gente é coisa que podemos suportar. Às vezes, a gente nem sabe que pode, mas a vida vai te mostrando que superar cada coisa é uma vitória.”

A Babi trouxe nesse segundo livro, um mundo diferente do que estamos acostumado, vemos como é difícil ser bailarina, as várias horas de treino, os dedos dos pés machucados de tanto esforço e ainda mais quando se tem a pressão dos pais para ser o melhor, o problema de ansiedade que atrapalhar muito a vida, a relação da família que em alguns casos é bem complicado, e o fato de Mila e a irmã estudarem no mesmo local e mal se falarem é assustador.

Mas ela trás também a beleza da amizade, pois vemos Clara a amiga de Camila que é aquele tipo de pessoa que defende os amigos com unhas e dentes e o fato de que ela e toda segura de si, sem se importar com que os outros vão dizer dela, e que mesmo tendo o sonho de ser bailarina não deixa a pressão tomar conta dela, é uma pessoa muito alegre. Babi ainda apresenta várias temáticas que podem ser debatidos como o bullying contra etnias, pressão familiar, a rivalidade entre colegas, etc. 

A autora mostrar um inicio de relacionamento simples, onde duas pessoas estão se conhecendo e que vão devagar, que gostam de está um ao lado do outro, Mila é incrível na sua tentativa de ser perfeita em algo, e Vitor é perfeito na sua maneira de apresentar seu apoio sem pressionar. 

Eu adoro o primeiro livro Sonata em Punk Rock, mas a Babi me ganhou quando tratou sobre ansiedade e como criou a relação de Mila e Vitor, que são muitos amorzinhos.


Beijos!!






DESAFIO LITERÁRIO 2019 - AGOSTO

Oi Pockets!!!
Hoje é um dia muito especial para o nosso Blog Cultura Pocket!!!
A exatamente 2 anos atrás saia o primeiro post no nosso blog sobre o livro "Menina má". De lá para cá tivemos muitos desafios vencidos e conversamos bastante por aqui. Não sei ainda o que o futuro nos reserva mas sei que os amigos que fiz nesta caminhada levarei para sempre comigo. 
A palavra do dia GRATIDÃO.


Para comemorar e não deixar a peteca cair vamos a mais um mês de desafio literário, a TBR já está separada e eu estou doida para compartilhar com vocês e saber quais os livros vocês vão escolher para o desafio de vocês.  Os desafios deste mês são:


1 - Livro de um autor que já lemos na Leitura Coletiva Cultura Pocket: Tudo e Todas as Coisas - Nicola Yoon
A leitura coletiva já é parte do nosso dia a dia. Organizamos algumas e participamos também de várias dos nossos amigos e parceiros. Confesso que não foi fácil pois tivemos muitos leitura incríveis no nosso grupo de leitura coletiva. Mas enfim escolhi o livro da Nicola Yoon que foi a primeira autora que lemos na leitura coletiva. Estou super animada com esta leitura e se você também ficar curioso e sé aproveitar para lermos  juntos. Este livro foi adaptado para as telas e tem um filme em fofo.


2 - Livro do século passado: O Jardim Secreto - Frances Hodgson Burnett
Publicado pela primeira vez em 1911, o livro e um clássico infantil do século XX. Este já esteve nas minhas mãos várias vezes para ler mas por incrível que pareça o momento sempre inapropriado. Ele foi um presente de uma amigo querido e parceiro aqui do blog. Parece coincidência mas este amém é um livro que á foi adaptado para as telas em 1993. Outra ótima dica de filme para vocês.


3 - Livro com ate 200 paginas: Uma casa no fundo de um lago - Josh Malerman
No final de 2018 a internet explodiu com o lançamento pela NETLIX da adaptação do autor Josh Malerman "Caixa de Pássaros (Bird Box)", e claro que um novo livro do autor acabou chamando a atenção de todos os leitores. 
Este livro estava na estante só esperando a oportunidade e agora vai!!!

Claro que além desta TBR teremos também as nossas leituras coletivas, e este mês elas estão super legais. Teremos um terror muito bacana do "Stephen King - O cemitério", este será nosso primeiro King na Sociedade Literária CP,, e olha só tem filme também. No grupo da nossa amiga Suellen vamos ler o livro "O assassinato na casa do pastor - Agatha Cristie".


E aí gostou das nossas dicas de livros/filmes no mês de agosto?
Eu estou super empolgada pois tem muita coisa boa na TBR do mês de agosto.
E não esquece se conseguir participar de algum dos nossos desafios coloca a #DesafioLiterario2019CP para a gente curtir, se quiser participar das nossa leituras coletivas é só nos chamar no direct do instagram.

Beijos e até a próxima.






© Cultura Pocket - desde 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Linezzer Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo