ULTIMAS POSTAGENS

ÁREA MILITAR - NATHANY TEIXEIRA

Olá Pockets!!
Tudo bem? Esperamos que sim, nós estamos muitos felizes por apresentar para vocês nossa leitura coletiva do mês de julho, que foi muito divertida, e contou com a participação maravilhosa da autora nacional Nathany Teixeira, que interagiu muito com todos os leitores, e claro sofreu muito com ameaças. (rsrs)

A autora é de Belo Horizonte, e super divertida. Segue ela nas redes sociais, que ela é super amorzinho e irá responder suas dúvidas.




Título: Área Militar
Autora: Nathany Teixeira
Editora: Amazon
Ano: 2017
Nº Páginas: 345
Classificação: 4

Sinopse :Kimberly Digory é uma jovem de dezoito anos que tem uma vida normal, apesar de saber que seus pais, Paul e Savannah Digory, trabalham para uma organização secreta do governo, como agentes disfarçados. Em uma manhã nebulosa, Kim vê sua vida se transformar em um inferno quando, em uma emboscada, sua mãe é morta e seu pai desaparece. Então, a Área Militar é acionada. Um local criado para proteger os filhos de agentes envolvidos em organizações secretas. Kimberly é levada para lá e precisa seguir às ordens de um comandante de feições duras, conhecido como o Primeiro. O que fez com que um jovem comandante possuísse em suas costas um cargo de tamanha honra e responsabilidade, ainda é um mistério para Kim. Movido por ódio e vingança, o Primeiro conseguiu se reerguer de sua ruína, tornando-se o maior comandante e autoridade máxima, criando assim inimigos poderosos. Até o momento, o comandante Primeiro se sentia imbatível, pois não havia nada que se pudesse fazer contra alguém que não tinha família ou pessoas com quem se importar. Essa vantagem sempre esteve ao seu lado em seus inúmeros combates. O que ele não esperava era que um simples encontro poderia mudar tudo. Depois de muitos anos, o Primeiro tinha um ponto fraco. Com nome e rosto. Certamente, o mais lindo que ele já havia visto.

RESENHA:

O livro conta a  história de kimberly Digory, uma jovem, que está começando recomeçando sua aula na faculdade, ao lado de sua melhor amiga Olivia, na cidade de Dashville. Kim está com receio de encontrar seu ex-namorado Marcus, pois ainda gosta dele e não sabe como agir.
Logo quando chega na faculdade, encontra Marcus que combina de eles almoçarem juntos para conversar, isso deixa Kim muito ansiosa, porém não dura muito, pois em meio a aula, ela é chamada na sala da diretora, e qual sua surpresa quando entram quatro homens todos vestidos de pretos e que pretendem leva-lá para algum lugar, a qual ela não sabe e nem conhece esses homens, pensa até em pular a janela, mas não tem chance pois o homem chamado de Primeiro e o mais forte e que parece o líder estende uma carta que ao ler e ver que é do seu pai, ela acaba cedendo. 
Kim tem uma reviravolta em sua vida, ao chegar na área militar para onde foi levada, pois descobre que sua mãe faleceu e seu pai está desaparecido, ela sabe que seus pais são agentes secretos e que corriam alguns riscos, porém não esperava receber uma notícia dessas quando não teve a chance de dizer mais uma vez que os amava, porém agora ela deve ser protegida por isso foi levada para área militar, pois é um alvo fácil e que corre perigo, pois querem a usar para pegar o segredo que seu pai conseguiu fugir e esconder com ele.

Na área militar Kim terá que aprender a conviver com vários soldados que andam fortemente armado, e conviver com pessoas comuns que fazem parte do programa de proteção por vários motivos, uns que seus pais são agentes, alguns são órfãos, etc. Kim encontra em Kian Ross um amigo, que mesmo sendo um soldado aparenta ser mais humano, preocupado com o bem estar dela, e dando um ombro amigo caso precise, com sua dor de perda.
Kim também conhece Lucy e Chloe que são duas jovens que já vivem um tempo na área e que está disposta a ser amigas de Kim e informar-lá de todos os acontecimentos da área, contam a história de Kian e claro do Primeiro, que deixou Kim assustada, mas também bem interessada, pois tem um jeito bem sério e as vezes acaba agindo de modo brusco, que incomoda Kim.
Kim vai aprendendo que na área existe regras, mas que também as pessoas que vivem na área tem a oportunidade de estudar e seguir seu caminho quando chegar a hora de ser um agente ou voltar a ser um civil comum. 

                   

A história vai sendo intercalada entre Kimberly e Primeiro, e é ótimo como a Nathany dividiu, pois conseguimos conhecer o pensamento dos dois. O Primeiro, como é chamado devido ser o primeiro no comando na área militar, é duro, forte, desconfiado, mas acima de tudo focado na proteção dos moradores da área. 
Primeiro assumiu o comando da área, após perder seus pais e sua futura noiva, num atentado a sua casa. Primeiro vai contando a dor que ainda sente, de como acabou se isolando das pessoas, pois tem medo de perde-las, e ver em Kian e nos pais de Kim sua família, as pessoas que mais confia e compartilha um pouco dos seus sentimentos.
Primeiro vai nos mostrando o sentimento conflituoso em relação a Kimberly, e sua preocupação com sua vida, pois sabe que ela é um alvo fácil para os criminosos que estão atrás do pai dela.
E além disso, ele e Kian começam a perceber que talvez exista um traidor dentro da área, que esteja tentando desviar a atenção deles, e invadir a base e começam a desconfiar de Jason, pois ele pensa em usar Kim como isca. 

A história vai se desenrolando de modo bem fluido, temos ação, romance, amizade e acima de tudo crescimento pessoal,  que acredito ser algo importante, pois nos mostra que é possível sim seguir em frente, mesmo com as perdas da vida.
Kimberly e Primeiro vão se aproximando, se conhecendo e acima de tudo vão criando uma história e confiança entre eles. Além disso, a relação de Kim com seus pais é muito bonita, é algo raro de se ver entre pais e jovens na idade da Kim, tanto que muito se emocionaram com uma "carta" que Kim recebe da mãe.
Acredito que o Kian roubou muito a cena na história, tanto que a Nathany foi ameaça por todos da leitura caso acontecesse algo com ele, e ainda levantando a #vemKian.
E quem ler área militar, pode correr para ler o conto do Primeiro.
                                              O Primeiro - A história antes do poder
A leitura coletiva foi maravilhosa, rendeu muito debate e teve uma live final da Nathany no @pocketcultura que foi muito boa. 

Beijos até...









Um comentário:

© Cultura Pocket - desde 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Linezzer Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo