ULTIMAS POSTAGENS

RESENHA - OS HOMENS QUE NÃO AMAVAM AS MULHERES - STIEG LARSSON

Oi Pockets!!!
A resenha de hoje é uma leitura que eu levei seis anos para concluir. 
Calma, deixa eu explicar!!!!!

Titulo:Os homens que não amavam as mulheres
Autor: Stieg Larsson
Ano: 2008
N° de paginas:522
Classificação: 5
Editora: Companhia das Letras

Resenha:
Em 2012 eu assiste a versão americana desta obra incrível e fiquei doida com o filme. Em minhas andanças me deparei com um  box novinho em um sebo na minha cidade que continha a trilogia da obra ( até então era uma trilogia) e claro que pedia de presente de natal em 2013. Estava super empolgada para ler mas... não foi como eu esperava.
O filme estava muito fresco na minha memória e era impossível me fixar na historia que parece muito confusa no inicio. Acai abandonando a leitura e nunca mais me aventurei a uma nova tentativa.
Seis anos se passaram, muitas leituras depois surge novamente a oportunidade de ler com um grupo de leitura coletiva de uma amiga.
Confesso que as primeiras 100 paginas ainda foi um desafio, são muitos nomes e sobrenomes suecos que só contribuem para deixar a leitura complicada. Mas desta vez a meu favor, a pesar de lembrar um pouco, a historia me pareceu totalmente nova, os detalhes estavam obscuros para mim o que fez a leitura ser simplesmente incrível.


A história se inicia com as enigmáticas flores recebidas durante quase quarenta anos no aniversario do Industrial aposentado Henrik Vanger. O capitulo 1 é todo dedicado a apresentar o Jornalistas Mikael Blonkvist jornalista editor co-presidente da revista Millennium, que após denunciar um grande empresário sueco por fraudes, não consegue provar suas denuncias e acaba derrotado em uma ação judicial sobre difamação

O capitulo 2 seremos apresentados a Lisbeth Salander uma jovem de 24 anos punk, tatuada, agressiva, super inteligente e com serias dificuldades de se relacionar.
Apesar de Lisbeth investigar e preparar um dossiê sobre Mikael no inicio da historia a interação entre os dois, Mikael e Lisbeth, só ira acontecer na página 300.

Fonte Pintrest
"uma jovem pálida, de uma magreza anoréxica, com cabelos quase raspados e piercings no nariz e na sobrancelha. Tina uma tatuagem de uma vespa no pescoço e uma faixa tatuada ao redor do bíceps do braço esquerdo(...)"

Em seu afastamento da Millenniun, Mikael é contratado por Henrik para escrever uma crônica sobre a família Vanger porém o objetivo real e desvendar o misteriosos desaparecimento de Harriet. 

Imagem do Google, presente no livro pag. 97

Harriet Vanger desapareceu misteriosamente em 1966 quando tina 16 anos, 36 anos atrás, sem deixar pistas na ilha de Hedeby, um local que é quase propriedade exclusiva da poderosa família Vanger. Apesar da longa investigação policial a jovem de 16 anos nunca foi encontrada.


Mikael começa então seu trabalho de rever todo o arquivo acumulado pelo Henrik, tio avô da jovem desaparecida.
Não vou contar mais para não dar spoiler mas a medida em que trama vai se desenvolvendo percebemos que  existe muito mais por trás do desaparecimento de Harriet. 

"Depois descobri que o parentesco não é uma garantia de amor (..)"

Uma história de família que envolve nazismo, violência, mistérios mortes e muito mais, que segurou totalmente presa à trama até a ultima paginas.

"As pessoas queriam acreditar que Hitler era Deus: é o que a propaganda dava a entender." 

"Lisbeth não conhecia uma unica garota que, pelo menos uma vez, não tivesse sido forçada a realizar algum tipo de ato sexual."

Os protagonistas são carismáticos e fortes, você se envolve tanto nas vidas de Mikael e Lisbeth que em determinado momento a saga dos dois passa a ser até mais importante que a trama que conduz a história.
Eu  desconfiava que a Lisbeth fosse "diferente", mas no capitulo 27 o autor traz uma revelação que deixa esta personagem ainda mais incrível. Mikael levanta a hipótese de Lisbeth ser portadora da síndrome de Asperger, o que explicaria muito coisa sobre a personalidade da personagem.
Este livro foi adaptado duas vezes para as telas e as duas são muito boas.

Em 2009 temos a adaptação sueca dirigida por Niel Arden Oplev que recebeu ótimas criticas quanto a adaptação do livro.   


Temos também a versão de que estreou em 27 de Janeiro de 2012, com direção de David Fincher e que inclusive levou o Oscar de melhor montagem.


Esta versão de 2012 foi a que assisti.
Nosso objetivo na leitura coletiva é ler os três livros escritos por Stieg Larsson e quem sabe também as continuações escritas por David Lagercrantz.

Agora me conta ai nos comentários se você já leu o livro ou viu algum dos filmes. Vamos conversar!!!
Beijos...



ANIME DOUKYONIN WA HIZA, TOKIDOKI, ATAMA NO UE.

Boa tarde, Pockets!!
Fonte: Google imagens, 2019.
Tudo bem? Que andam assistindo?. Eu encontrei um anime por acaso, uma indicação no instagram e confesso que adorei, um anime bem fofinho sobre a amizade de um humano e um gato, e para quem adora ler, vai se apaixonar por Subaru, e por Haru também, que é uma gatinha super fofa.

Além disso, tem o Mangá da história, e para quem gosta é uma ótima pedida assistir e ler sobre a história.



Título: Doukyonin wa Hiza, Tokidoki, Atama no Ue.
Autor: Tunami Minatuki.
Direção: Kaoru Suzuki.
Roteiro:
Deko Akao.

Nº de Episódios: 12 

Sinopse: O romancista Subaru Mikazuki, que é tímido e que não é bom em lidar com outras pessoas, e Haru, o gato que tem passado uma dura vida perdido. Esta é uma história deles subitamente vivendo juntos e descreve a felicidade de viver juntos de ambos os pontos de vista. 




RESENHA:

A história começa mostrando Subaru no velório dos pais, que infelizmente acabam falecendo num acidente quando estão saindo para uma viajem, a qual a mãe convidou Subaru, mas o mesmo não foi, por não gostar de sair e nem interagir com os outros, desde criança sempre preferiu viver no mundo da leitura.  

Subaru é tímido, e não sabe como agir com as outras pessoas, ele é um escritor o qual os leitores adoram, porém o mesmo não participa de encontros e clube de leitura por não saber se comunicar com os outros, até mesmo com o editor. Porém as coisas mudam um pouco, quando o editor é mudado, e entra em cena Atsushi, um cara engraçado que acaba que invadido o espaço de Subaru, e que acaba deixando ele doido. Mas que sempre está disposto a ajudar e dar ideias para as novas aventuras do livro de Subaru.

Subaru acaba mudando um pouco, quando ele encontra uma gatinha no cemitério quando vai visitar seus pais, a gatinha é bem estranha, mas que se apega a ele por achar que ele dará comida a ela, e que pode cuidar dele também, depois de vários teste ele chama a gata de Haru. 

Fonte: Haru e Subaru no dia a dia, 2019.
O interessante da história é que sempre temos a visão de Subaru e de Haru no episódio, e podemos ver o quanto cada um vê os acontecimentos do dia de modo diferente. Subaru gosta do silêncio e da sua rotina de escrita e leitura, porém sempre tem Hiroto seu amigo de infância, que chega sem avisar e vai entrando na casa, é super folgado, porém um ótimo amigo, que se preocupa com Subaru, trás comida para que ele possa comer, já que o mesmo não vai nem ao supermercado.


Haru entrou na vida de Subaru para mudar, e fazer com que ele começasse a interagir, pois ele precisa entender como cuidar de Haru, e entender como conviver com ela. Haru é uma gata bem arisca,  que não confia em ninguém porque teve uma vida difícil ao lado dos irmãos na rua. E aprendeu a não confiar, e ainda mais nos humanos, porque eles sempre abandonam. 


Mas Subaru e Haru vão construindo uma rotina, o qual cada um cuida do outro da sua maneira. Além disso, Subaru vai começando a entender um pouco como interagir com outros humanos. Conhece Nana Oukami, uma jovem tímida, mas que é apaixonada por pets, e que ajuda Subaru a como cuidar de Haru.
Fonte: Atsushi e Hiroto amigos de Subaru, 2019.
Subaru é um ótimo escritor, e ele acaba criando uma história com um enredo interessante sobre um gato investigador, que acaba virando sucesso, e onde os leitores ficam doidos para conhecer o autor da história.

Depois de muitos tentativas de Atsushi, Subaru aceita e mesmo querendo desistir, participa de sessão de autógrafos, e acaba vendo como é algo importante para os fãs, e até mesmo para si essa interação.

São 12 episódios, mas cada um muito fofo, sobre a amizade que Subaru e Haru criam, e os outros personagens são perfeitos para a história, pois constrói um elo de amizade muito bonito ao redor de Subaru, que está aprendendo a conviver com os outros, e ainda mais que perdeu os pais recente.

Para que gosta de livros e gatos esse anime é super fofo e ideal para quem tem esse amor por essas duas coisas maravilhosas na vida. Eu super indico, pois amei o anime. Infelizmente não está na netflix, porém da para assistir online, os episódios são curtos.

Beijos, até mais!


FELIZ DIA DO ORGULHO NERD -25/05

Olá Pockets!!!
Fonte: Google imagens,  2019

Dia 25 de maio é comemorado o dia do ORGULHO NERD, e a todas as pessoas que amam suas sagas, seja de série, filmes, livros, games, HQs, etc, é uma data importante, pois é o dia de lembrar que os "Loucos" não tem vergonha de ser loucos e mostram que o amor por suas "nerdices" é algo mais importante que a opinião dos outros.

E sabe porque é dia 25 a comemoração? Não?. Então pockets, existem dois momentos marcantes, o primeiramente foi escolhido este dia para homenagear o autor Douglas Adams, famoso pela sua série de livro O Guia do Mochileiro das Galáxias, que faleceu dia 11 de maio. Antes o dia era nomeado de "O Dia da Toalha" devido ao protagonista (rsrs tem que ler para entender o sentido).

Mas como este dia não conseguia contemplar todos os outros tipos de "nerdices", alguns fãs nerds espanhóis decidiu mostrar que não tem problema em ser a galera excluída do colégio e que gosta de coisas que ninguém mais gosta, isso foi em 2006. E decidiram pela data dia 25, porque em 25 de maio de 1977, estreou Star Wars: Episódio IV — Uma Nova Esperança que é considerado um dos maiores símbolos da nerdice até hoje. (fonte: canaltech).


Fonte: Google imagens, 2019.

E hoje na verdade o termo Nerd, nem se aplicada tanto ao dia, pois nerd é considerado "aquela pessoa que se dedica muito aos estudos" e mais amplo a tudo que se dedica. O nerd já teve muito momentos de sufuco, pois antes era visto como algo pejorativo. Mas atualmente, as pessoas se auto denomimam Nerd e tem orgulho, pois expor aquilo que lhe agrada e te deixa feliz é algo para se orgulhar, pois são essas coisas que transforma e deixa a vida mais alegre. 

Amar e poder compartilhar algo com o outro é sensacional, não existe coisa melhor do que falar e divulgar sobre suas séries, filmes, livros, animes, jogos, Hqs, etc com o outro e mostrar a todos o quanto você ama, sabe e quer compartilhar com o mundo, pois isso é algo que muda a rotina e a vida de cada um.


Fonte: Google imagens, 2019

Tem um livro que sou apaixonada, pois é uma declaração de amor a todos os nerds. A autora Ashey Poston do livro Geekerela em seu agradecimento diz: "Então quero agradecer a você. Você, leitor. Você, que faz cosplay, escreve fanfic, desenha fanart, administra fórum, coleciona bonequinhos Funko pop e deve ter todas as edições dos livros de suas séries favoritas, além de emoldurar os pôsteres autografados e pendurar na parede. Você, que tem coragem de ir audaciosamente aonde nenhum homem jamais esteve. Nunca desista dos seus sonhos, e nunca deixe que digam que seu amor é inconsequente, inútil ou uma perda de tempo". 


Então FELIZ DIA DO ORGULHO NERD a todos que AMAM alguma série, filme, livro, coleccionáveis, HQs, animes, etc, você mostra que isso não é perda de tempo, pois nesse meio de gente esquisita, encontramos outros esquisitos que gostam da mesma coisa e adora compartilhar com você esse universo incrível. 

Fonte: Google imagens, 2019

A todos os nerds de plantão, um ótimo dia. Seja orgulhoso de quem são, das coisas que vocês gostam, mostre e espalhe ao mundo todo essa amor, pois ele transforma nossa vida, aproxima pessoas diferentes e de locais diferentes, e acima de tudo muda nosso forma de ser, faça como o superman e tire sua roupa de herói e saia voando por ai.

Participe dos encontros de fãs, vá aos congressos, bienais, comics, etc. Vista suas camisas e seus cosplay favoritos e ande por ai sendo você mesmo.
E me conta ai, qual seu orgulho de ser Nerd?

Beijos até mais...

DESAFIO LITERÁRIO 2019 - MAIO



Oi gente!!!!

Hoje vamos conhecer a TBR que eu separei para o desafio de Maio/2019. Todos os livros escolhidos eu já estava bem a fim de ler então, a expectativa está bem alta.
Os desafios de Maio/2019 são os seguinte: Capa que eu achei linda, Um noiva na capa (Maio e noivas tudo a ver), autor brasileiro (já que abrimos o mês com o dia da literatura brasileira).




1 - Livro com capa linda: As cores da vida - Kristin Hannah
A vários anos atrás eu li um livro desta autora que se chamava "Jardim de inverno", a escrita era linda a historia dramática e cheia de lições fiquei louca pela autora mas nunca procurei outro livro dela para ler. Eis que mês passado comentando com os leitores do Clube do Livro de Neves eles me disseram que os outros eram tão bons quanto o que eu tinha lido. Uma amiga se ofereceu para me emprestar um livro dela eu aceitei. Como achei a capa bem bonita (acho que combina com o mês das noivas também), resolvi colocar ele no desafio. Se gostar do livro trago resenha para vocês



2 - Livro com noiva na capa - Mentira Perfeita - Carina Rissi
Este eu já li (rsrsr), acabei de ler. Eu indiquei ele para um grupo do qual participo em que o tema do livro do mês tinha que ter uma mentira na historia (dia da mentira foi em Abril). Deixei para ler ele só em maio para entrar no meu desafio.
Ele é um spin-off de "Procura-se um marido" da mesma autora ou seja a historia da Julia (Mentira perfeita) e criada a partir da historia do livro anterior sendo possivel inclusive rever personagens que aparecem no primeiro livro. No decorrer do mês trarei uma resenha completa deste livro para vocês o conhecerem melhor. Mas para adiantar achei melhor que o primeiro além de trazer um elemento diferenciado já que o mocinho da trama e cadeirante.

Gostei tanto desta definição que tive que compartilhar com vocês!!!
😂😂😂😂😂 


3 - Livro de autor Brasileiro: Um milhão de finais felizes - Vitor Martins
Dia 1° de maio é também comemorado o dia da literatura brasileira (além é claro de ser o dia do trabalhador caso você tenha se esquecido rsrsr). Eu amo ler autores nacionais, confesso que este habito é relativamente novo pois até alguns anos atrás lia basicamente clássicos da literatura brasileira. Mas depois que comecei a lê-los não parei mais e tento, sempre que possível, ler ao menos um liro nacional por mês.


Continuamos as leituras  coletivas de Mindhunter e A guerra dos tronos em nossos grupos e no grupo que participo da Agatha Christie leremos O mistério dos sete relógios.

Se você se interessar por alguma de nossas leituras coletivas e quiser participar é me deixar um recadinho ou me chamas no direct do instagram @PocketCultura que eu te add nos nossos grupos.



Agora que você já conhece a minha TBR eu quero conhecer a sua.  Se cumprir alguns dos desafios do mês me marca com a #DesafioLiterario2019CP que eu quero curtir, comentar, acompanhar suas leituras.

Beijos...
Até a próxima!!!!







© Cultura Pocket - desde 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Linezzer Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo