ULTIMAS POSTAGENS

KIMBERLY KELLY #EuLeioNacionaisCP

Oi Pockets! 

Tudo bem com vocês?

Hoje vamos conhecer nossa primeira autora nacional do ano, do nosso projeto #EuLeioNacionaisCP. Vamos conhecer um pouco mais sobre a Kimberly Kelly.

Pensamentos de uma louca é seu livro de estreia e é nossa leitura do mês, a primeira leitura do ano no grupo de leitura coletiva #EuLeioNacionaisCP.



Kimberly por Kimberly


Fale um pouco sobre você

Meu nome Kimberly Kelly, tenho 25 anos, sou pansexual, virginiana e atualmente namoro com o Bruno Luiz, booktuber do canal Mundo das Leituras. Sou de Bauru, interior de São Paulo.



Quando você começou a escrever?

Escrevo poemas e histórias desde que me entendo por gente, mas a primeira história que lembro que alguém leu foi na terceira série do ensino fundamental. A história ficou tão boa que a professora leu pra toda a classe e depois levou para a diretora. Meu texto foi lido para a escola toda na hora do intervalo. Decidi naquele momento que sempre ia escrever e nunca mais parei. Tenho alguns cadernos com histórias que algum dia poderão ser digitadas, reescritas e revisadas, e quem sabe um dia publicadas. Outras que nunca sairão do papel e estou feliz com isso.


Por que escrever?

Escrever para mim é como respirar. “Escrevo, logo existo”.

Escrever me faz realmente viver. Ler e escrever já me salvou da morte algumas vezes. 

 

 

O que você tem em comum com os seus escritos?

Meus escritos têm tudo de mim. Quando escrevo mergulho em meus sentimentos mais profundos e conflituosos.

 

Qual foi o maior obstáculo que você já enfrentou ou enfrenta para se tornar escritora?

O meu maior obstáculo sou eu mesma e minha falta de confiança. 

 

Como eram as postagens e interações no Wattpad?

Eu adorava. Tinha alguns leitores fixos que sempre comentavam e me fizeram continuar postando lá. 

Como é a publicação pela Amazon? E o retorno dos leitores?

Eu achei que a publicação seria mais difícil, mas a Amazon nos ajuda com todo o processo de publicação através de tutoriais. O retorno que estou tendo é bem maior do que eu esperava. Em novembro uma antiga professora minha me procurou para falar que leu meu livro e gostou. Fiquei bem emocionada.

 

Como funciona o processo criativo para você?

É muito louco como as ideias chegam até mim. Às vezes estou andando e vem a ideia. Outras vezes com acontecimentos da minha vida ou da vida das pessoas ao meu redor. Pode também ser um sonho.

Ou seja, tudo ao meu redor me faz ter ideias para criar.


Quais os escritores que influenciam seu modo de escrever?

Tudo o que eu leio me influencia. Seria um pecado citar só alguns.


Quando está criando uma história você cria uma playlist para ajudar neste processo?

Não crio playlists, mas gosto de ouvir jazz e música clássica enquanto escrevo.

 

Algum dos seus personagens é inspirado em você ou em amigos? Se sim qual?

Alguns de meus poemas são dedicados a pessoas que amo ou me influenciaram. Tenho personagens de livros não publicados inspirados na história de amor dos meus pais.

 

Quais canais usa para divulgar seu trabalho?

Instagram, Whatsapp e Facebook. 

 

O que podemos esperar para o futuro em termos de história? 

Esse ano pretendo publicar ao menos um conto.

 

Como você sente que as pessoas têm recebido os novos autores?

Uma parte ainda age com muito preconceito, mas graças ao universo que os leitores estão diversificando bastante suas leituras e incluindo os autores iniciantes. 

 

Acha importante o autor buscar se profissionalizar?

Sempre. Nada nunca está perfeito. E quanto mais estudamos, teremos o melhor a oferecer. 

 

Qual a característica mais marcante da sua escrita?

O sentimento.

 

O que de melhor e de pior a escrita te trouxe?

O melhor foi conseguir me expressar. Não sou a melhor pessoa, no quesito expressar meus sentimentos através da fala. A escrita, a arte em geral me ajuda muito, como a música, a dança, os desenhos e pinturas. Outra coisa maravilhosa que a escrita me trouxe foram alguns amigos que espero ter por toda a vida.

O pior que eu vejo na escrita é a competitividade tóxica e como alguns autores e leitores podem descer o nível para colocar alguém que eles decidem não gostar na lama, mas infelizmente isso não ocorre só no meio literário.


O que são seus leitores para você?

São anjos de luz. Alguns viraram amigos que acrescentam muito em minha vida.

Gostaria de agradecer cada um que já leu algum texto meu e aos novos leitores.

Gratidão! Vocês me ajudam a querer mostrar mais textos ao mundo.

 

PING PONG 

Cor? Roxo.

Filme? Dez coisas que eu odeio em você. 

Série? Supernatural e Once Upon a Time.

Música? Eduardo e Mônica – Legião Urbana. All Star e Relicário – Nando Reis e Cássia Eller.

Cantor(a)? No momento, ANAVITÓRIA.

Raiz ou Nutella? Uma mistura.

Dia ou noite? Noite.

Frio ou calor? Frio. Principalmente se eu puder ficar lendo com uma boa xícara de chá e ouvindo jazz.

Livro físico ou e-book? Amo os dois, mas no momento estou lendo mais e-book no meu Kindle.

Casar ou comprar uma bicicleta? Estou noiva.

Ficção ou Não-ficção? Ficção com muito romance.

Viajar ou ficar em casa? Depende do humor.

Gato ou cachorro? Sou alérgica aos dois. Amo os dois, mas sou doidinha pra ter uma gata.

Fast Food ou Comida caseira? Falou que é comida eu amo. Se for eu cozinhando, tanto faz. Cozinhar é uma das minhas paixões. Amo experimentar receitas de todos os tipos.

Quer saber mais sobre a autora? Siga ela no Instagram @skimberlykelly .
Beijos.

Um comentário:

© Cultura Pocket - desde 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Linezzer Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo