ULTIMAS POSTAGENS

LITERATURA PELO MUNDO - CHILE


Olá Pockets!!

Eu já falei que sou apaixonada pelos nossos hermanos? Eu amo a cultura da América do Sul, a diversidade que temos, mas que é linda, e o clima então <3. E falando de clima o nosso país escolhido pelo literatura pelo mundo tem um dos climas mais peculiares e vão:
"Desde o extremo norte com o deserto mais árido do mundo, até o sul austral com gelos eternos e cascatas invertidas, o Chile é um convite difícil de recusar." (Chile.travel,2020)
Fonte: bomcambio,2018.
E é nesse espirito irrecusável que convidamos vocês a conheceram a literatura do Chile, a literatura Chilena é datada desde o período colonial, onde era retratada a vida da época, e assim como o Brasil, temos no Chile as primeiras relações dos índios e sua ocupação do território Chileno.
Mas somente a partir do século XIX com a publicação do romance Martín Rivas do autor Alberto Blest Gana publicado em 1862,que a literatura do Chile ganhou reconhecimento, e importante falar que esse romance retrata os  conflitos que ocorreram no país nesse período. 
Mas a literatura do Chile teve mais espaço somente no século XX com o surgimento de vários autores e poetas, que tiveram reconhecimento internacional, como o poeta Vicente Hidobro e sua obra Altazor:
“Mi paracaídas empezó a caer vertiginosamente. Tal es la fuerza de atracción de la muerte y del sepulcro abierto.”
O chile tem grandes autores  poetas, que ganharam fama internacional e são aclamados por vários outros países. Iremos apresentar apenas alguns, que temos conhecimento são eles:

Pablo Neruda Nasceu em 1094 na cidade Parral, Chile. É incomparável nos seus poemas, sua escrita inspira e te prende, de um jeito que você tem vontade de transbordar também atrás do texto. Pablo Neruda não era seu nome, apenas um pseudônimo, seu nome mesmo era Ricardo Eliécer Neftalí Reyes Basoalto, escolheu seu pseudônimo em homenagem ao escritor checo Jan Neruda. Pablo Neruda é ganhador de vários prêmios e recebeu o Nobel da Literatura em 1971.
Pablo tem mais de 20 obras publicadas, as obras mais conhecidas do autor são: Crepusculário (1923), Vinte Poemas de Amor e Uma Canção Desesperada (1924), Canto Geral (1950), Odes elementares (1954), Cem Sonetos de Amor (1959), Memorial da Ilha Negra (1964), Fim do Mundo (1969),Confesso que vivi (1974),O Rio Invisível (1980) e Obras Completas (1967).




Gabriela Mistral Nasceu em 1889 na cidade Vicuña, ao norte de Chile. Também é uma poeta, e ganhou o prêmio Nobel de Literatura em 1957, ela foi a primeira da America Latina a receber o prêmio, ela também foi consulesa do Chile em Paris, ela também usava pseudônimo, seu nome era Lucila de Maria del Perpetuo Socorro Godoy Alcayaga. Algo que a marcou muito e as suas obras, foi o fato de aos 18 anos, seu namorado ter se suicidado. Gabriela escolheu seu pseudônimo por causa de dois outros poetas o italiano Gabriele D’Annunzio e o francês Frédéric Mistral. Suas principais obras são: Sonetos de la Muerte (1914), Desolación (1922), Lecturas para Mujeres (1923), Ternura (1924), Descripción de Chile, Lagar, Recados Contando a Chile (1957) e Poema de Chile.

Y ella me dijo: “Sube al monte.


Yo nunca dejo la pradera,

y me cortas las flores blancas

como nieves, duras y tiernas.”

Isabel Allende Nasceu em 1942 na cidade de Lima no Peru, mas é considerada uma autora chilena, pois viveu no país desde muito cedo. A jornalista e escritora pertence ao movimento literário de realismo mágico. O primeiro livro de Allende, A Casa dos Espíritos de 1982, fez tanto sucesso que foi adaptado para o cinema em 1993. Durante a carreira, a escritora lançou 17 livros com tradução em diversos países e línguas. A obra mais dramática da autora foi lançada em 1995, quando sua filha Paula entrou em coma. Ganhadora de vários prêmios de literatura e uma ativista firme na defesa dos direitos femininos. Outras de suas obras são O Plano Infinito (1991), Cartas a Paula (1995), O caderno de Maya (2011), O amante japonês (2015), a ilha sobre o mar (2009), A soma dos dias (2007), etc.


Roberto Bolaño  Nasceu em 1953, em Santiago do Chile. Instalado na Espanha a partir de 1977, exerceu diversas atividades manuais para sobreviver. Ganhador do Prémio Rómulo Gallegos por seu romance Os Detetives Selvagens, que ele descreveu como uma carta de despedida à sua geração. Interessante que ele se descrevia como magro, ansioso, leitor voraz de livros e pouco promissor, e foi uma criança disléxica. Com sucesso de crítica sobre La literatura nazi en América (1996), publicou várias obras em poucos anos. Morreu de insuficiência hepática em Barcelona, em 15 julho de 2003. Algumas de suas obras são A Pista de Gelo (1993), Estrela distante (1996), Amuleto (1999), Noturno Chileno (2000), O Terceiro Reich (2010) e 2666 (2004) que foi publicado após sua morte. 


Antonio Skármeta  Nasceu em 1940 na cidade de Antofagasta, Chile. Ele é graduado em filosofia e literatura, romancista, dramaturgo, diretor e roteirista cinematográfico e de TV, é considerado um dos principais escritores contemporâneos. Em 1969, foi premiado em Havana com o Prêmio Casa das Américas pelo livro de relatos titulado Desnudo en el tejado. Devido ao golpe militar teve que trocar de cidade, acabou indo para Alemanha, onde escreveu a história de O carteiro e o poeta, primeiro para a rádio alemã e depois para o mundo (1985).Criou um programa de televisão chamado O show dos livros. Em 1994 estreou a segunda versão cinematográfica de O Carteiro e O Poeta, sob o título El cartero de Neruda, no Festival de Veneza. O filme, dirigido por Michael Radford e protagonizado por Massimo Troisi, obteve cinco indicações ao Oscar. Em 1996 recebeu o Prêmio Internacional de Literatura Bocaccio por sua novela No pasó nada, e ainda ganhou outros 4 prêmios. Algumas de suas obras são: Tiro livre (1973), La insurrección (1982), Matchball (1989), A boda do poeta (1999), Os dias do arco-íris (2011) e muitos outros.

Eu sou apaixonada pelo idioma espanhol, e sempre que posso leio um livro em espanhol, e a escrita de Neruda e Allende são as que mais gosto até o momento. Super indico, se tiver oportunidade leiam, são histórias excelentes.E vocês já conhecia algum dos autores apresentados?  O que acham da literatura do Chile?

Beijos!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Cultura Pocket - desde 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Linezzer Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo