ULTIMAS POSTAGENS

PROJETO MULHERES NEGRAS NA LITERATURA - RESUMO


Hey Pockets!!
Que estejam bem, cuidado de si e dos seus. Hoje trago o resumo de como foi a participação no projeto #mulheresnegrasnaliteraturapl, que participei esse mês de maio. Foram quatro livros e muitas experiências, aprendizados e sofrimento pela dor dos personagens, é difícil não sentir a dor do preconceito, racismo, violência (todos os tipos), perdas, segregação, desigualdades sociais e étnicos, entre outros que foi abordado nos livros. Mas também tivemos esperança, determinação, amizade e amor.
Iniciei o projeto com o livro A cor púrpura, um livro que amei, mas que foi dificil de ler, pois os temas abordados são fortes e dolorosos para nós mulheres, violência contra mulher, abuso sexual, racismo e preconceito, mas a autora sobre mesclar o fatos duros com esperença para os personagens e nós leitores.
"Eu sou pobre, eu sou preta, eu posso ser feia e num saber cuzinhar, uma voz falou pra toda coisa que tava escutando. Mas eu tô aqui."
A história vai sendo contada através de cartas, primeiro escrita de Celie para Deus e depois dela para sua irmã Nettie. Uma história escrita em 1983, mas atual e real que nos faz refletir sobre relações amorosas e amizade, ódio e poder, sobre as desigualdades sociais, de gêneros, étnicos, raciais e religiosos. Eu passei momentos de sofrimento lendo e ranço de vários personagens ao lembrar o rancor volta, essa é uma leitura que você termina e fica pensando no livro e quer falar com todos sobre ele.

Meu segundo livro foi Estrelas além do tempo, onde temos quase uma biografia, sobre mulheres negras que tiveram grandes desempenhos sendo servidoras públicas na NASA. Foi um livro mais lento de ser ler, pois tem bastante informações sobre a segunda guerra, os conflitos de raça, segregação e personagens que são marcados na história pela luta contra o racismo, a busca de igualdade entre negros e brancos e o direito de ser cidadão pleno dos EUA.
"Até mesmo as vozes na comunidade negra que expressavam admiração pelos astronautas, que apoiavam o programa e suas missões, queriam punir a NASA pela ausência de rostos negros. Nenhum comentarista negro na televisão, nenhum administrador negro, nenhum rosto negro no Controle de Missão e, principalmente, nenhum astronauta negro."
Temos na história três grandes mulheres Katherine Johnson (matemática, física e cientista espacial norte-americana), Dorothy Vaughan (matemática estadunidense, 1949, ela foi a primeira mulher negra a ser promovida chefe de departamento na NASA) e Mary Jackson (matemática e primeira engenheira aeroespacial), todas trabalharam na NASA e tiveram grande contribuição para que o primeiro homem pisasse na lua.

"Sempre pensei que Bushwick fosse o meu lar, mas, nesse momento percebo que lar é onde as pessoas que amo estão, não importa o lugar."
Minha terceira leitura foi da autora Ibi Zobori, minha primeira experiência com a autora, onde conhecemos Zuri e Darius, eles são de realidades diferentes, porém tem muito em comum. Confesso que os dois me irritaram no inicio, principalmente a Zuri por se achar a dona da verdade, mas depois até entendi, pois é difícil enfrentar o mundo onde ela e a familia são julgadas constantemente. Uma história que fala sobre racismo, preconceito, aceitação, amizade e família. Releitura de O&P aprovada!


"As batidas do seu coração fazem o mundo continuar girando."
Meu último livro foi um romance da autora Brittainy. Uma história sobre amor, amizade, recomeços, traumas, superação e acima de tudo confiança. E amei a relação de Mag com o pai, estamos tão acostumados a ter pais relapsos, que essa relação no toca. E amei mais, porque no inicio tem um relato da Brittainy e super me indetifiquei, pois quem teve problema na fala sabe o quanto é díficil superar e aguentar os comentários e piadas de como sai sua fala/palavras. Recomendo!

Além dos quatro do desafio, ainda li como extras para o projeto os livros Penélope e eu da autora Thais Santos; Antologia Vidas Pretas de quatro autores, os dois tem minhas impressões no instagram do @pocketcultura.

Tive uma ótima experiência e termino o projeto querendo ler mais autoras negras e personagens negras, que nos represente. E que ajude muitos outras mulheres a entender que não são as únicas que lutam diariamente por igualdade e respeito. Super recomendo todas as leituras!


Abraços até a próxima..


Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Cultura Pocket - desde 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Linezzer Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo