ULTIMAS POSTAGENS

LIVRO - FILME: ASSASSINATO NO EXPRESSO DO ORIENTE

Foto Autoral - Jussara 2020

Oi Pockets!!
Hoje eu vim falar de um dos livros mais conhecidos da autora Agatha Christie, Assassinato no Expresso do Oriente.

Ele está em primeiro lugar na lista dos livros da autora no site Pensador.
Apesar de não contar com a dupla infalível criada pela autora (Arthur Hastings e Hercule Poirot) mas apenas com Hercule Poirot, a trama é envolvente, mesmo não sendo um livro longo a trama é bem amarrada.


Titulo: Assassinato no Expresso do Oriente
Autora: Agatha Christie
Editora: HarperCollins Brasil
Ano: 1934/2016
Nº de páginas: 200

Sinopse: Nada menos que um telegrama aguarda Hercule Poirot na recepção do hotel em que se hospedaria, na Turquia, requisitando seu retorno imediato a Londres. O detetive belga, então, embarca às pressas no Expresso do Oriente, inesperadamente lotado para aquela época do ano.

O trem expresso, porém, é detido a meio caminho da Iugoslávia por uma forte nevasca, e um passageiro com muitos inimigos é brutalmente assassinado durante a madrugada. Caberá a Poirot descobrir quem entre os passageiros teria sido capaz de tamanha atrocidade, antes que o criminoso volte a atacar ou escape de suas mãos. (Skoob)


Resenha: O livro que conta um dos casos de Hercule Poirot é dividido em três partes se inicia com o nosso investigador retornando para casa após a conclusão de um de seus casos. Na plataforma de embarque do Taurus Express na Síria a caminho de Istambul, Poirot é acompanhado pelo jovem tenente francês Dubosc. Após ouvir um diálogo entre a governanta Miss Debenham e o Coronel Arbuthnot percebemos certa curiosidade por parte de Poirot. Nesta conversa Miss Debenham é categórica em sua urgência de chegar a tempo para o embarque no Expresso do Oriente que parte ás nove horas.
Após chegar ao hotel, Tokatlian, Poirot decide continuar sua viagem no Expresso do Oriente alegando um suposto telefonema solicitando seu retorno a Inglaterra. Para conseguir uma vaga no Expresso do Oriente, que de forma incomum se encontrava lotado, Poirot conta com a ajuda de M. Bouc.

"- Ouvi dizer que o senhor está lotado hoje.
 - É incrível, Monsieur. Parece que todo mundo resolveu viajar esta noite!"

Vemos que os ocupante expresso oriente são pessoas de todas as classes, nacionalidades, idades. Esta curiosa observação ganhará mais relevância a medida em que vamos entrando na trama. Após ser abordado por um certo sr. Ratchett que solicita que Poirot aceite um caso sendo prontamente recusado pelo mesmo. Durante a noite este sr. Ratchett e assassinado em sua cabine e devido a uma forte nevasca o expresso é obrigado a ficar parado enquanto aguarda que os trilhos sejam liberados e possa seguir viagem. Como se encontram em um ponto afastado não ha a possibilidade de uma investigação formal e a pedido de M. Bouc Hercule Poirot aceita a tarefa de tentar descobrir o assassino antes do fim da viagem.
Entramos então na Parte II, nesta parte teremos oportunidade de acompanhar o interrogatório realizado por Poirot com todos os passageiros possivelmente envolvidos  no assassinato, porem nesta parte alguns testemunhos ajudam a nos confundir chegando ao ponto de acreditarmos existir uma pessoa culpada que não se encontra entre o passageiros.
A parte III da história começamos a entender as possíveis ligações entre os passageiros e a motivação para o assassinato.
Foto Autoral - Jussara 2020
Não tenho de forma alguma a intenção aqui de dar spoiler sobre o livro pois acho que o que me atrai nas tramas desta autora e tentar descobrir os responsáveis (apesar de falhar constantemente). Então vou emitir minha opinião sobre a história tentando revelar o menos possível. Como de costume a autora deixa pequenas pistas ao longo da história, e desta vez não foi diferente. A conversa que Poirot ouve no inicio da trama, o fato incomum de o expresso estar lotado e com pessoas completamente diferentes em uma época que o natural seria estar vazio, a aparente falta de ligação entre os passageiros e o pedido do senhor Ratchett para que Poirot aceitasse um caso de ameaça de morte, sendo posteriormente assassinado.

Mas confesso que mesmo assim eu não conseguiria fazer todas as ligações sem o elemento principal que liga os personagens. O curioso é que o plot central da trama é inspirado em um fato real. No ano de 1932 o filho do aviador Charles Lindbergh foi sequestrado nos EUA, a família pagou o resgate porém o bebê foi morto e o corpo encontrado por um caminhoneiro em Nova Jersey, a assassino foi condenado a morte mas na época em que o livro foi escrito o caso ainda se encontrava em aberto.
Acredito que estes eventos tenham impactado tanto a autora que acabou publicando no ano de 1934 este livro que trás estes eventos em sua trama, a arte imita a vida.
No acervo do jornal o Globo e possível consultar a capa que trás a manchete referente a este sequestro.  
O Globo acervo
Outra influência real na trama é a paixão da autora pelo Expresso Oriente, a autora realizou a viagem em 1928 e isso com certeza trouxe muitos detalhes na descrição que a autora colocou  sobre os vagões, cabines etc.

Filme: O livro foi adaptado para filme, assim como vários outros da autora, uma adaptação em 1974 e outra em 2017. Tive a oportunidade de assistir a versão de 2017 e apesar de não considerar um filme ruim, fiquei um pouco decepcionada. O que mais me chamou a atenção foi a interpretação do detetive Hercule Poirot feita pelo ator Kenneth Branagh. O elenco do filme e recheado de estrelas, tendo inclusive o ator Johnny Deep no papel de Ratchett, mas a personalidade criada pelo ator Kenneth para o Poirot e muito diferente da imagem que tenho dele concebida nos vários livros lidos no projeto #LendoAgathaChristieOrdemCronologica. Ele não é aquele personagem que faz uso da massa cinzenta, mas sim agitado e um tanto colérico.

No entanto não dá para negar que a trama realmente e muito bem amarrada o que ajuda para que ela possa sobrevier no tempo.

E você também gosta desta autora?
Já leu este livro??
Sabe alguma curiosidade sobre esta historia que gostaria de compartilhar com a gente??
Me conta aí nos comentários, quero saber tudo!!!!

Beijos e até a próxima.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Cultura Pocket - desde 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Linezzer Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo