ULTIMAS POSTAGENS

A DAMA MAIS DESEJADA - HORA DO CHÁ

"O Amor era o melhor presente de todos."
Olá Pockets!!

Estava com saudades de escrever esse post, aquele que aquece meu coração quando estou lendo e me acabo de rir, porque tem cada diálogo viu. E além do romance é claro, adoro aquele eu amo, mas não quero assumir primeiro, é tão século XIX (rsrs).

E nessa livro temos três autoras incríveis, uma pena ainda não terem trago os da Connie Brockway para o Brasil. Mas Julia Quinn e Eloisa James que tem livros maravilhosos traduzidos aqui, junto com a Connie trazem uma história leve, divertida  e amorzinho, para ser lido em um dia (digo porque li em um dia. rsrs). E nessa história mesmo que não tem separação de cada autora, quem conhece a escrita delas, sabem diferenciar pelo simples gracejos que cada uma tem.

Título: A dama mais desejada
Autoras: Julia Quinn, Eloisa James e Connie Brocway
Editora: Arqueiro
Ano: 2019
Nº páginas:272
Classificação: 4


SinopsePRIMEIRO VOLUME DA DUOLOGIA "A DAMA MAIS...".Três das estrelas mais brilhantes dos romances de época convidam você para uma festa na casa de campo do ilustríssimo marquês de Finchley. Hugh Dunne, o irresistível conde de Briarly, precisa de uma esposa. Para ajudá-lo, sua irmã convida as mais elegantes damas da sociedade, assim como alguns cavalheiros, para uma festa em sua propriedade. A reunião inclui a incrivelmente bela (e dolorosamente tímida) Gwendolyn Passmore, a sincera e adorável Katherine Peyton e a viúva lady Georgina Sorrell, além de alguns condes e até um arrojado herói de guerra. Durante o evento, que promete ser o grande acontecimento da temporada, Hugh terá tempo suficiente para eleger a dama que mais deseja. A não ser que outro cavalheiro seja mais rápido. Nesse caso, quem sabe ele acabe cortejando uma moça que definitivamente não está no mercado casamenteiro, e que vai exigir uma boa dose de perseverança... (Skoob)


RESENHA:
A história tem inicio com Hugh Theodore Dunne, o conde de Briarly, que devido um acidente de cavalo e ter passado uma semana em coma, decide se casar, porém ele pede a irmão Carolyn  para fazer uma lista de mulheres com quem ele pode casar e deve cortejar, porém Carolyn e Georgina sua melhor amiga e viúva começam a rir, pois Hugh não tem tato com as pessoas, por viver no estábulo treinando cavalos, e seu pedido para a lista parece até está comprando uma de suas éguas ou vacas (rsrs).

E Carolyn fala de Gwendolyn Passmore, a moça mais desejada da temporada e Hugh decide que será ela sua esposa, já que é bonita e tem dentes bons (rsrs). Então Carolyn decide ajuda-lo e monta uma temporada em sua casa no campo, onde ela convida várias moças e rapazes para que Hugh tenha a chance de conhecer melhor Gwen. E vamos conhecer também Katherine Peyton e saber mais sobre Georgina Sorrell.



A história vai se desenvolvendo e vamos conhecer cada uma das três damas, pois na primeira parte temos a apresentação de Gwendolyn, uma moça linda, que foi considerada uma obra de arte pela sociedade, teve vários pedidos de casamento, mas a mãe espera que ela case com um Conde, que ela acredita que já está próximo de pedir sua mão. Mas não é o que Gwen deseja, pois ela é tímida, embora tenha o humor sagaz, e adora viver no campo. Ela vai acabar conhecendo melhor Alex, que não tem pretensão de se casar, e sim de ser livrar da irmã que não o deixa em paz. 

Já Katherine, é uma moça determina, temos um flash delas as 16 anos, e já percebemos que ela é um desafio para quem quiser conquista-la. Ela é a moça que domina vários assuntos "masculino", que tem opinião e sabe usar de artifícios para conseguir o que deseja. Ela põe Neill Oakes contra a parede.


Leia a resenha de A Dama mais apaixonada (aqui)

E o nosso caçador de esposa Hugh, infelizmente não está com sorte, perdeu Gwen para o amigo debaixo do nariz, perdeu Kathe com um empurrão. Ele não sabe mais como agir, já que não tem tato com as pessoas, chega atrasado nos jantares, vive sem camisa treinando os cavalhos e deixando as mães desesperada por causa do decoro.


Mas ele não é tão cego quando parece, e enxerga na Georgie uma pessoa que anda triste, e essa negação de casar de novo esconde algo. Georgina passou pouco tempo casada, mas tinha uma relação estranha com o marido, e é engraçado ver como as autoras trabalharam um assunto "polêmico" naquele período. George tem desejos, mas os reprime por ter medo da perda, mas tem opinião firmes e um caráter de empatia incrível.

Quotes favoritos:


"Se um líder deseja comandar seus homens com sucesso e uma batalha e, mais importante, se quer guiá-los com sucesso para fora da batalha, é importante que os homens tenham uma boa opinião sobre esse líder, para que confiem nele".

"É possível amar uma pessoa e ainda assim não ter a menor ideia de quem ela é."

"Pois agora, pelo resto da minha vida, sempre vou saber onde você está, Georgina, porque caso contrário não vou me sentir confortável. Sempre vou ver você antes de qualquer um, em qualquer cômodo em que eu entrar. E sempre vou querer encontrar você em qualquer cômodo e que eu entrar."

"Você é minha vida, é meu coração, Georgie. A sensação que eu tenho é de ter estado vagando por aí feito um cego."



Super recomendo essa história, que são três em uma. É divertida, leve e muito amorzinho. Embora seja um romance de época, ele aborda temática importantes e necessárias. Temos mocinhas que não ligam tanto para o casamento, que tem sonhos e determinação para conquistar o que desejam. Mulheres que se conhecem, e não esperam que o mocinho tome atitude.


Beijos..



Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Cultura Pocket - desde 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Linezzer Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo