ULTIMAS POSTAGENS

RESENHA GAROTA EXEMPLAR - GILLIAN FLYNN

O Casamento Mata.


"Tem uma grande diferença entre realmente amar alguém e amar a ilusão dela."
                 Amy Elliot

Oi, Pockets! Tudo bem?

Segurem-se nas cadeiras que lá vem história. Hoje é dia de falarmos da nossa leitura coletiva do mês de Outubro. É com muito prazer que lanço a resenha do aclamado thriller Garota Exemplar (2012, Gillian Flynn).

Esta é a segunda vez que um livro desta autora e selecionado para nossa Leitura Coletiva. E já dá para começar a perceber alguns aspectos da escrita e construção de personagens da autora. Primeiro vamos a sinopse e depois as nossas impressões.

Titulo: Garota Exemplar
Autor(a): Gillian Flynn
Editora: Intrínseca
Nº de páginas: 448
Ano: 2013
Classificação: 3,5

"Isso me leva a pensar que todos estão muito errados, que o amor deveria ter muitas condições. O amor deveria exigir que os dois parceiros dessem o melhor de si o tempo todo. Amor incondicional é um amor indisciplinado, e, como todos vimos, amor indisciplinado é desastroso."

Sinopse:
Uma das mais aclamadas escritoras de suspense da atualidade, Gillian Flynn apresenta um relato perturbador sobre um casamento em crise. Com 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo – o maior sucesso editorial do ano, atrás apenas da Trilogia Cinquenta tons de cinza –, "Garota Exemplar" alia humor perspicaz a uma narrativa eletrizante. O resultado é uma atmosfera de dúvidas que faz o leitor mudar de opinião a cada capítulo. Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele? (Skoob)


Resenha:
Nick e Amy se conheceram em Nova York em uma festa de amigos que atuavam na mesma área que ele, jornalismo. Amy e formada em psicologia, assim como os pais, filha única, e uma garota que vive como o personagem perfeito criado pelos pais, que ganharam muito dinheiro com uma série de livros Amy exemplar o que deixou a família rica.
Nick é o estereótipo do garoto bonito e rico, porém veio de uma família pobre e disfuncional. Um pai extremamente agressivo, desde cedo por causa da agressividade do pai, busca sempre a aceitação dos outros e engole os sentimentos de raiva e frustração. 
Ele o gêmeo de Go, uma mulher que ficou com marcas profundas do relacionamento abusivo dos pais.
Quando a carreira de Nick declina e ele é despedido de seu trabalho como jornalista revolve voltar para sua cidade natal já que a a mãe estava muito doente e o pai com Alzheimer.
No dia em que deveria comemorar seu aniversário de 5 anos de casados Nick volta para casa e descobre que sua esposa desapareceu. E neste ponto começamos a ver, através de recordações, como foi o relacionamento dos dois. A autora consegue nos mostrar características dos personagens que torna impossível gostar deles. Amy é tão dissimulada que consegue enredar em sua trama até mesmo o leitor, Nick por sua vez é um homem fraco que não esta habituado a ser responsabilizado por aquilo que acontece em sua vida.

Já aguardando personagens problemáticos e multifacetados, a “dona” Gillian Flynn não decepcionou nessa obra dividida em três partes. Senhora de uma precisão ímpar, a autora de também incrível Objetos Cortantes  (2006) traça milhões de perfis para cada momento vivido por seus indivíduos fictícios.

Apesar de os principais narradores da historia (Amy e Nick) não serem confiáveis a autora constrói uma trama bem intrincada com personagens com comportamento muito semelhante ao que encontramos na vida hoje em dia onde muitas pessoas vivem interpretando papeis o que torna muito difícil conhecer de verdade as pessoas.

"Há uma responsabilidade injusta que vem do fato de ser filha única - você cresce sabendo que não tem o direito de desapontar, não tenho nenhum direito de morrer. Não há um substituto por perto; é você. Isso a torna desesperada para ser Impecável, e também a deixa embriagada de poder."

Coberto de frases de efeitos, o alerta de trocadilho exemplar envolve seus leitores numa trama crescente, cujos antagônicos sentimentos “bem e mal” são postos à prova, dando a seus consumidores a árdua tarefa de descobrir o que é FATO e o que é FAKE. Entrega feita com sucesso.


Nick já recebe o estigma de vilão logo de cara, contudo, sem medo de parecer spoiler-girl, aviso: essa carapuça não serve todo tempo em nosso protagonista.

Em contrapartida, a adorável, loira e delicada Amy nos brinda com um diário detalhado sobre tudo, inclusive o relacionamento dos dois, datado desde 2005 (eles nem se conheciam!). Toda romântica, porém com ares de insegurança quanto à aparência, cobranças internas e mais a diante a não tão estável relação amorosa com seu par à luz de seus medos e anseios.
Entretanto, maniqueísmo e caráter reto não são os pontos altos das personagens desenvolvidas pela autora do perturbador conto O Adulto (2015). Numa aterrorizante brincadeira de “quem está mentindo”, o casal é presa e predador um do outro; fazendo os pêlos da nuca dos adoradores de mistério se arrepiarem a cada capítulo.


A estadunidense, além de jornalista é uma excelente contadora de histórias, isto é indiscutível. Com personagens secundários muito bem trabalhados, prontos para engordar um enredo tão curioso, Gillian escolhe a dedo as palavras tanto nos diálogos quanto nas ações descritivas.

Apesar de ter um inicio meio lento, a trama tem ótimos Plot Twist que torna difícil largar o livro depois da pagina 100 ( siga meu conselho nunca abandone um livro antes da pagina 100 😉).

- Mais de um ano - disse Go - E nem desconfiei. Oito mil conversas embriagadas e você nunca confiou em mim o suficiente para me contar. Não sabia que você podia fazer isso, esconder totalmente algo de mim.
- É a única coisa.
Go deu de ombros: Como posso acreditar em você agora? (...) p. 179

Diga-se de passagem, Go (Margo Dunne, irmã de Nick) é uma coadjuvante de luxo, munida de personalidade, sagacidade e uma pitada de agente temporizador dentro da trama.


Dividindo opiniões, no grupo de WhatsApp “Sociedade Literária”, sobre o gosto do enredo, é de suma importância ressaltar a qualidade da escrita. Ou seja: você pode até não gostar, mas precisa admitir... Gillian Flynn é uma grande, contundente, ardilosa e arrebatadora autora. Parafraseando The New York Times.
Este livro gerou ótimos debates no nosso grupo, como os livros com mistério quase sempre geram. Eu acabei dando 3,5 de nota por causa de alguns detalhes do final que esperava que se desenrolassem de outra forma.

No mais, este engenhoso e perverso casal _ Parafraseando Entertainment Weekly_ foi para as telonas em 2014 (Roteiro: Gillian Flynn, Direção: David Fincher, Distribuição: Fox Film). Protagonizado por Ben Affleck (Nick) e Rosamund Pike (Amy), indicada ao Oscar de melhor atriz (2015). O filme que conta com um vasto cartel de indicações cinematográficas, levando alguns prêmios pra casa, está disponível na plataforma streaming Netflix. Vale a pena conferir.

Enquanto estava preparando este post descobri este blog muito legal que deixa a gente com a sensação de que a historia realmente aconteceu clica aqui e vai lá conferir.

E ai ficou curioso com este livro?
Já viu o filme?
Me conta tudo ai que eu quero saber a sua opinião.
Beijos
Até a próxima!


18 comentários:

  1. Oi meninas! 💜
    Adorei a resenha. Vocês conversam com o leitor através das palavras.
    Eu não consegui concluir a leitura, mas em outra oportunidade vou pegar o livro de novo.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, meninas!!! Uma excelente resenha. O livro começa um pouco maçante, mas depois conquista o leitor. Recomendo a leitura!

    ResponderExcluir
  3. Olá, eu não participei da leitura com vocês porque li há pouco tempo , mas eu gostei da leitura, me surpreendeu bastante. Adorei a resenha.bjs

    ResponderExcluir
  4. Curti a resenha, vocês não deram spoilers!!! 😂😂😂 Confesso que o conselho da página 100 é muito verdade!!! Concluí a leitura, mas no início foi meio difícil, ainda mais quando um personagem estava passando por vários diálogos machistas. Hora dava vontade de matar o Nick e em outra de matar a Amy!!! 😂😂😂 Realmente a autora brinca com nosso julgamento quanto aos personagens.

    ResponderExcluir
  5. Perfeito participar do grupo e poder ler essa resenha maravilhosa parabéns meninas!

    ResponderExcluir
  6. Oi meninas!
    Gostei muito da leitura coletiva do livro
    no qual a autora trabalha com o fato de que nada é o que parece a primeira vista.
    Adoro fazer parte da nossa Sociedade Literária.
    Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  7. Achei o livro interessante e bem escrito. Todos os personagens me incomodaram....kkkkkk essa autora tem um estilo peculiar.

    ResponderExcluir
  8. Mesmo não gostando dos personagens, não tem como não gostar da trama e da sagacidade da autora. Já tinha assistido o filme antes de ler o livro, mas ainda assim fiquei surpresa com alguns detalhes e principalmente com o final. Parabéns pela resenha, se não tivesse lido, com certeza ficaria com vontade só pela descrição que vocês fizeram. Bjos!

    ResponderExcluir
  9. Eu gostei muito desse livro, é uma característica da autora criar personagens tão detestáveis assim 😂, incrível a resenha.

    ResponderExcluir
  10. Parabéns Migas,
    Eu adorei o post de vocês, resumiram bem a história. Essa leitura coletiva, foi um pouco tensa, porque só personagens odiosos. rsrs E quando a gente tentava gostar de um aparecia algo podre sobre ele. O final vão foi como esperava, mas me surpreendeu.

    ResponderExcluir
  11. Adorei a resenha! Vcs contam muito, mas sem fazer perder a magia, acho que quem não leu ainda vai ficar super curioso para ler o livro. Eu ficava relembrando cada detalhe lendo a resenha e pensando em tudo o que aconteceu. Amei a experiencia de ler em grupo com vcs com metas semanais. 😍😍 beijos e parabéns pela resenha maravilhosa!

    ResponderExcluir
  12. Adorei a resenha...Não participei dessa leitura com vcs, mas lendo tudo o que vcs colocaram aqui fiquei bastante interessada....Anotado na lista pra ler futuramente

    ResponderExcluir
  13. Muito boa essa resenha, comecei a ler e parei no meio do caminho mas vou seguir o conselho e continuar..

    ResponderExcluir
  14. Sempre que vejo o filme, perco a vontade de ler o livro. Depois dessa resenha, estou com vontade de ler. Parabéns!

    ResponderExcluir
  15. Parabéns pela resenha!! Nao li o livro ainda e depois dessa resenha so aumentou minha vontade de ler...

    ResponderExcluir
  16. Muito bom o texto, deu vontade de ler. Parabéns

    ResponderExcluir
  17. Parabéns, a resenha ficou top. Pena que não consegui fazer essa leitura com vcs. Mas está na minha lista de leituras futuras.

    ResponderExcluir
  18. Parabéns pela resenha! Ainda não consegui finalizar a leitura, mas estou quase.

    ResponderExcluir

© Cultura Pocket - desde 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Linezzer Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo